Autor do segundo gol do Coritiba na vitória por 2×0 sobre o Fluminense, na última segunda-feira (24), o atacante Diogo Oliveira se emocionou muito após a partida. Não só pelo gol em si, mas pelo que ele representou ao olhar para trás e ver que quase desistiu de ser jogador por falta de oportunidades.

Aos 26 anos, o atleta começou a carreira em 2017 e passou por clubes de menor expressão, como Elosport, de Capão Bonito, Independente de Limeira e Francana. Neste período, quase parou de jogar e chegou a trabalhar como chapeiro em uma rede de fast food.

“Foi um momento muito difícil. Eu não estava tendo atuações em times da quarta divisão e tive que ajudar meus pais de alguma forma. Entreguei currículo para ajudar eles. Consegui um emprego, era chapeiro, tinha que trabalhar para ajudar. Eu não descarto esse momento. Foi um momento feliz, ajudei eles de alguma forma“, relembrou ele, em entrevista ao Sportv.

Diogo Oliveira retomou a carreira no Uruguai

A partir do momento em que chegou ao Plaza Colonia, do Uruguai, em meio à pandemia, em 2020, a trajetória mudou. Foi justamente o apoio da família que fez ele insistir com o futebol.

“No meu último ano, que eu fui para o Uruguai, comecei a alavancar minha carreira. Antes disso, tive que trabalhar para ajudar minha mãe, meu pai, meu irmão. Meu irmão não me deixou parar de jogar bola, eu ia desistir. Hoje, estou conseguindo dar a volta por cima. Dedico para eles“, completou.

Foram dois anos no país vizinho até chamar a atenção do Pumas, do México. Após mais duas temporadas no futebol mexicano, veio a oferta do Coritiba e a chance de, enfim, jogar na elite do futebol brasileiro. E logo de cara, na estreia, marcar um gol.

É uma emoção muito grande voltar ao meu país, em uma primeira divisão, estrear no Couto Pereira lotado e marcar um gol. Para a minha família é muito emocionante. Hoje estou no Coritiba, jogando uma Série A”, disse Diogo Oliveira.

Diogo Oliveira comemora gol pelo Coritiba
Diogo Oliveira comemorou muito. Estreia ficará marcada. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Do quase abandono à estreia com gol. A carreira de Diogo Oliveira até chegar ao Coritiba

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.