Rodrigo Pastana comentou sobre a busca por reforços (Geraldo Bubniak/AGB)

O Coritiba poderá ter alguns ajustes em termos de elenco após a parada para a Copa América. Em entrevista à Banda B, o diretor executivo do clube, Rodrigo Pastana, confirmou que a diretoria trabalha para resolver o quanto antes pendências como no caso do zagueiro Alan Costa, que tem o futuro indefinido no clube, e também sobre a chegada de novos atletas.

Com contrato até o final da temporada, o defensor se recusou a viajar com a delegação para Campinas, no último compromisso antes da pausa, e deve ser encostado ou até mesmo emprestado para outro clube. “Assim como os torcedores, nós também fomos pegos de surpresa e estamos decidindo o melhor caminho no diálogo e jurídico, para que isso se resolva o quanto antes. A forma como será resolvida, vão saber mais à frente, pois é uma questão interna e tem que ser devidamente respaldada pelo departamento jurídico”, disse Pastana.

Considerando a possibilidade de o atleta não ser mais utilizado pelo time, o dirigente também não descartou a possível vinda de reforços. “Sempre existe a possibilidade de aproveitar oportunidades de negócios. Todos sabem da dificuldade de orçamento que o clube tem para esse ano. Concordo que os números estão abaixo do que a gente gostaria, mas discordo com relação à performance. Acredito que nessa parada vamos alcançar uma melhora e creio que com todos à disposição do Umberto [Louzer], nós teremos uma melhor pontuação daqui para a frente”, afirmou.

Reformulação na comissão técnica

Rodrigo Pastana também comentou sobre ajustes que foram feitos na comissão técnica do Coritiba com o intuito de integrar todos os departamentos do clube. “As mudanças não foram muitas. Alteramos o quadro de profissionais da fisioterapia, estamos alterando agora a linha de conduta física durante a nossa rotina de trabalho. Fizemos somente correções para ter os departamentos integrados. Acredito que com esses ajustes, a gente volta a ter uma filosofia de trabalho mais condizente com o tamanho do Coritiba”, concluiu.

Ouça a entrevista na íntegra com Rodrigo Pastana