Confira os gols da vitória do Coritiba na narração de Marcelo Ortiz: 

Wanderley garantiu a classificação do Coritiba para a final da Taça Dirceu Krüger (Geraldo Bubniak/AGB)

O torcedor alviverde teve um verdadeiro teste para cardíaco na tarde deste domingo (07), com a vitória do Coritiba, de virada, por 2 a 1, sobre o Londrina, no Couto Pereira. Com o triunfo garantido no apagar das luzes, o time do técnico Umberto Louzer garantiu a vaga na final da Taça Dirceu Krüger.

O dedo do treinador foi crucial para a classificação. Depois de um primeiro tempo ruim, que acabou com vaias e pedidos de “raça” por parte da torcida, o comandante viu Rodrigão empatar e colocou Wanderley no final para confirmar a vaga.

O adversário agora será o Athletico, na próxima quarta-feira (10), às 21h30, na Arena da Baixada, na decisão do returno que vale vaga na grande final do Campeonato Paranaense.

O jogo

Buscando a segunda vitória em casa na temporada, o Coritiba tentou se abrir no início da partida, que começou truncada e com muitas faltas no Alto da Glória. Mas o time mandante pouco assustou. Aos seis minutos, Patrick Brey deu o único chute perigoso após tabela com Rodrigão, mas mandou à direita da trave.

Aproveitando a exposição do adversário, o Londrina adotou o contra-ataque como estratégia e alcançou o êxito. Nas primeiras investidas, Alex Muralha até trabalhou bem e fez duas boas defesas em chutes de Luquinha e Anderson Leite. Mas, aos 23 minutos, ele não conseguiu evitar o gol de Devid após rápido contra-golpe, que iniciou com muita reclamação dos atletas alviverdes de uma falta não marcada em Rodrigão.

O Verdão tentou buscar o empate, mas seguiu inoperante. Matheus Albino só trabalhou uma vez, aos 32, para espalmar cobrança de falta de Fabiano e evitar que algum jogador coxa-branca chegasse para completar.

Depois de deixar o campo aos gritos de “raça” da torcida no primeiro tempo, o Coritiba trouxe de volta a paz já no início da etapa final. Aos quatro minutos, Juan Alano foi derrubado por Germano na área e o árbitro marcou pênalti. O artilheiro Rodrigão cobrou com perfeição, no canto oposto do goleiro, e empatou o jogo.

O empate deu outro ânimo ao time da casa, que cresceu na partida e por pouco não virou, aos 13, em cabeceio de Alan Costa que passou raspando a trave.

Mas a solução para o Coritiba estava no banco de reservas. Aos 35, Umberto Louzer colocou o atacante Wanderley na vaga do lesionado Sávio. E ele precisou de apenas quatro minutos em campo para decidir. Aos 39, em boa jogada de Welinton Júnior, que também havia entrado no segundo tempo, a bola sobrou para o camisa 13 fuzilar as redes de Matheus Albino e garantir a classificação do Coxa para a final da Taça Dirceu Krüger.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 2X1 LONDRINA

Local: Estádio Couto Pereira, Curitiba (PR).
Data: Domingo, 07 de abril de 2019.
Horário: 16h.
Árbitro: Adriano Milczvski (PR).
Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR) e Heitor Alex Eurich (PR).
Público e renda: 6.192 pagantes | 6.580 total | R$ 162.334,00.

Coritiba: Alex Muralha; Sávio (Wanderley), Alan Costa, Romércio e Fabiano; Vitor Carvalho, João Vitor e Giovanni (Luiz Henrique); Juan Alano (Welinton Júnior), Patrick Brey e Rodrigão.
Técnico: Umberto Louzer.

Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Augusto, Silvio e Felipe Vieira; Anderson Leite (Marcinho), Germano e Luquinha; Anderson Oliveira, Marcelinho (Luidy) e Devid (Uelber).
Técnico: Alemão.

Gol: Devid (LEC) aos 21′ do primeiro tempo; Rodrigão [de pênalti] aos 5′ e Wanderley (CFC) aos 39′ do segundo tempo.

Cartões amarelos: Alex Muralha, Sávio e Giovanni (CFC); Raí Ramos e Marcelinho (LEC).