Apesar da vitória por 3×0 e da melhor atuação do Coritiba nesta Série B do Campeonato Brasileiro, o Couto Pereira mais uma vez foi palco de muitos protestos da torcida coxa-branca. Antes e ao longo do jogo contra o Operário, na última segunda-feira (27), torcedores estenderam faixas em diferentes setores estádio contra o CEO do clube, Carlos Amodeo, e gritaram pedindo a saída do dirigente.

As manifestações se tornaram rotina nos jogos no Couto Pereira. Desde a terceira rodada da Série B, torcedores levam faixas para protestar contra a SAF do Coritiba, encabeçada por Amodeo e administrada pela Treecorp. Mesmo o vídeo que o CEO fez para se desculpar pelas declarações contra a torcida, não diminuiu a indignação. Pelo contrário, só colocou o dirigente ainda mais como alvo.

Contra o Operário, a assessoria de imprensa do Coritiba informou que os torcedores cadastraram as faixas, em cumprimento às regras da Lei Geral do Esporte, que prevê este tipo de ação. Em grande parte delas, a mensagem era a mesma: “Fora, Amodeo”. Recentemente, o clube impediu a entrada de placas de protestos, o que revoltou a torcida. A justificativa foi que as faixas precisavam ser cadastradas para usá-las no estádio.

Protestos devem seguir no Coritiba

Os protestos devem se estender para a sequência da temporada. Neste mês, a torcida do Coritiba se uniu para o fundar o “Coletivo Coritibano”, grupo que se manifesta nas redes sociais contra Amodeo. O movimento é composto por integrantes da Império Alviverde, principal organizada do clube, e tradicionais perfis de torcedores na internet, como  Rede Coxa, Insta Coritiba, Coxanautas e Gurias do Couto.

O próximo jogo do Coritiba é contra o Ceará, na sexta-feira (31), às 19h, no Castelão, pela oitava rodada da Série B. A partida terá cobertura total da Banda B, com narração de Paulo Sérgio, comentários de Irapitan Costa e reportagens de Vinicius Bittencourt. A transmissão começa às 17h, com o Balanço Esportivo. Acompanhe a partida aqui, pelo AM 550, pelo FM 79.3no nosso aplicativo, nas redes sociais e pelo nosso canal no YouTube.

O jogo contra o Operário foi marcado por protestos da torcida do Coritiba.
Uma das faixas levantadas contra Carlos Amodeo. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Torcida do Coritiba expõe faixas e volta a protestar contra CEO

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.