Depois de nove tentativas, a Justiça liberou os mais de 1.600 torcedores do Coritiba que estavam impedidos de entrar nos estádios brasileiros por um ano. A decisão liminar da 19ª Vara Cível foi derrubada pela 5ª Câmara Cível na tarde desta quinta-feira (22). A decisão do desembargador Carlos Mansur Arida tem efeito imediato – portanto, no próximo jogo do Coxa, domingo (25), contra o Cascavel, estes torcedores poderão ir, se quiserem, ao Olímpico Regional.

O Coritiba só volta a jogar em casa no final de semana do dia 10 de março. Antes, tem o jogo desta quinta contra o Águia de Marabá, depois vai a Cascavel no domingo e no final de semana de 3 de março terá a ida das quartas de final do Campeonato Paranaense. Este jogo obrigatoriamente será longe do Couto Pereira, porque o Coxa terá o direito de decidir em casa, por ter garantido pelo menos a terceira colocação na primeira fase.

A liminar obtida nesta quinta foi impetrada pelo advogado Jeffrey Chiquini, representante da organizada Império Alviverde. E a outra torcida, a Dragões Alviverde, entrou como parte interessada. Alguns argumentos já haviam sido usados por ele em outras tentativas, em especial o de que pessoas que nada tiveram a ver com a briga entre torcedores do Coritiba e do Cruzeiro estavam proibidas de entrar nos estádios. Estes foram reforçados pela imposição da punição a mulheres e crianças e pela restrição do direito de ir e vir das pessoas.

Decisão favorável aos torcedores do Coritiba

Em seu despacho, o desembargador Carlos Mansur Arida concorda com o posicionamento do advogado. “Parece violar direito líquido e certo ao devido processo legal a aplicação antecipada e genérica de punição a pessoas não envolvidas diretamente no evento em discussão“, diz trecho do texto. “No mínimo deveria ter sido analisada e fundamentada a questão atinente a ausência de risco de segurança aos eventos esportivos oferecido por pessoas que não estavam no evento, além de crianças e mulheres, as quais foram sumária e indiscriminadamente prejudicadas“, completa o magistrado.

A liminar não encerra o caso. Ela permite que os torcedores do Coritiba voltem a frequentar os estádios, mas mantém o impedimento aos identificados na briga do ano passado e dá seguimento ao processo. Entretanto, agora o tema entra na fila do judiciário paranaense, e não tem data marcada para o julgamento.

Confira a íntegra da decisão judicial

Torcida do Coritiba.
Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Torcedores do Coritiba são liberados para voltar aos estádios

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.