Ainda disputando a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro, o Coritiba já entra em clima eleitoral para definir o sucessor de Rogério Bacellar na presidência do clube no próximo triênio (2018, 2019 e 2020). Os candidatos são o médico José Carlos Vialle (chapa “Sangue Verde”), o engenheiro Pedro Guilherme de Castro (chapa “Novo Coritiba”) e o advogado Samir Namur (chapa “Coritiba do Futuro”).

Chapa “Sangue Verde”

João Carlos Vialle. (Geraldo Bubniak)

Foi a primeira chapa a oficializar sua candidatura e terá o médico João Carlos Vialle, de 73 anos, como postulante a presidência. Vialle tem 73 anos, participa de cargos dentro do clube desde a década de 60 e sua última participação foi como diretor de futebol entre 2006 e 2009.

O G5 da chapa será completada por Guido José Dobeli, Luciano Plugge Freitas, Ubirajara Bley e Walter Alberto Mitt Shause.

Chapa “Novo Coritiba”

(Reprodução/Facebook)

A chapa foi inscrita na última quarta-feira (08) e terá como candidato o engenheiro Pedro Guilherme de Castro, de 40 anos. Ele será apoiado pelo ex-presidente Vilson Ribeiro de Andrade e se autointitula como oposição ao atual mandatário.

Os outros membros do G5 são André Cansian, Rodrigo Florenzano, Glenn Stenger e João Luiz Buffara Lopes.

Chapa “Coritiba do Futuro”

(Reprodução/Facebook)

Com a inscrição realizada na última semana, a chapa terá como candidato a presidente o advogado e professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Samir Namur, de 35 anos. Ele foi presidente do Conselho Deliberativo do ano passado até o último mês de setembro.

O G5 será completado por Paulo Roberto Baggio Pereira,  Jorge Durão, Eduardo Bastos de Barros e Anibal de Paulo Mesquita Junior.

Quantos sócios estão aptos a votar?

Assim como está no Estatuto do Coritiba, o clube não poderá receber novas associações até o dia da eleição. O clube informou que neste ano 6.740 associados estão apto para votarem.