Por Esporte Banda B 

(Divulgação/Coritiba)(Divulgação/Coritiba)

O Coritiba conseguiu reduzir no pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) a multa recebida em primeira instância pela tentativa de invasão no vestiário da equipe após a partida contra o São Paulo válida pelo Campeonato Brasileiro do ano passado de R$ 20 mil para R$ 15 mil.

Os auditores da Terceira Comissão Disciplinar votaram na primeira instância para somente aplicar multar ao Alviverde sem perda de multa por falta de prova que comprovasse a invasão e maior gravidade nas desordens. Entretanto, o advogado do clube, Itamar Côrtes, defendeu que as provas exibidas conseguiram mostrar que os fatos não ocorreram conforme foi relatado na súmula e declarou que a multa aplicada era elevada para o clube.

Depois dos argumentos, o auditor Décio Neuhaus votou para reduzir a multa do Coxa para R$ 15 mil e a decisão foi a mesma de todos os outros votantes.

Henrique Almeida também teve pena reduzida

O atacante Henrique Almeida, que vestiu a camisa coxa-branca no ano passado, teve a pena reduzida de duas para somente uma partida de supensão. O jogador, hoje no Grêmio, foi expulso na partida contra o São Paulo por “jogada violenta”. ”

Descontente com o resultado, Coritiba e atleta recorreram para que o Pleno apreciasse o recurso em segunda instância. “O vídeo é claro e o denunciado vai com o pé alto e assume a conduta. Recebeu o vermelho direto e a condenação no 254 poderia até ser um pouco mais rigorosa”, declarou o subprocurador, William Figueiredo.