Verdão se reapresentou nesta terça-feira. (Divulgação/Coritiba)

Coritiba segue contornando os problemas causados pela série de casos positivos do novo coronavírus no elenco principal. A equipe teve os primeiros casos em grupo no dia 6 de novembro, quando Matheus Galdezani, Nathan Silva, Patrick Vieira, Matheus Bueno e Alex Muralha foram diagnosticados com a Covid-19.

Em seguida, o técnico, recém contratado, Rodrigo Santana, também pegou a doença e alguns dias depois mais quatro atletas, Ricardo Oliveira, Nathan Fogaça, Vermud e Raul Martinez também estavam contaminados. Desta forma, o elenco deve ficar desfalcado por praticamente 30 dias, pois este seria a o tempo médio entre a fase de isolamento e protocolos de retorno, até que os jogadores voltem a jogar.

Auxiliar técnico Pachequinho segue comandando o grupo até o retorno do treinador e lida com os problemas gerados pela ausência dos atletas. “Estamos chateados com a perda destes jogadores, mas confiar totalmente no grupo e naqueles jogadores que vão estar disponíveis”, afirmou o técnico.

Patrick Vieira deve iniciar os protocolos para retornar aos treinos junto com o elenco Coxa Branca ainda nesta semana. O restante dos jogadores contaminados deve encerrar o período de quarentena. Alex Muralha, que pode voltar de isolamento, está impedido de jogar contra o Flamengo, por questões contratuais.

O próximo compromisso do Alviverde é contra o Flamengo, no Maracanã, as 19 horas, no sábado (21) pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.