O Coritiba colocou as suas estruturas à disposição do Grêmio para as partidas que a equipe gaúcha tem como mandante na fase de grupos da Copa Libertadores da América. A ação parte de uma solidariedade do Coxa diante da tragédia que assola o Rio Grande do Sul. Assim, o Tricolor pode mandar os jogos no Couto Pereira, além de realizar treinamentos no CT da Graciosa.

O convite partiu do CEO do Coritiba, Carlos Amodeo, que trabalhou no Grêmio entre 2017 e 2022. Os clubes conversam neste momento, e a tendência é de um desfecho positivo. A expectativa é que o Tricolor atue no Couto Pereira nos jogos contra The Strongest, dia 29, e Estudiantes, dia 8 de junho. A Conmebol adiou ambas as partidas em razão da enchente que toma conta de Porto Alegre desde o início de maio.

Nesta terça-feira (14), o Grêmio definiu Atibaia, cidade do interior de São Paulo, como sede para as retomadas dos treinos. O clube usaria o CT do Bragantino para realizar a sua preparação e mandaria os seus jogos no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Contudo, a escolha do local não teve boa repercussão entre os torcedores, deixando provável uma mudança para as dependências do Coritiba.

Calendário do Coritiba é facilitador

A diretoria do Grêmio também vê o calendário do Coritiba como um facilitador. Como o Alviverde disputa a Série B do Campeonato Brasileiro, não seria difícil conciliar os jogos no Couto Pereira, enquanto a Arena não tem condições de receber partidas. Porém, o desejo principal do Tricolor Gaúcho segue sendo a paralisação do futebol brasileiro, o que não deve acontecer antes da reunião dos clubes, no dia 27 de maio.

Couto Pereira, estádio do Coritiba
Couto Pereira pode ser usado pelo Grêmio. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Coritiba coloca Couto Pereira e CT à disposição do Grêmio

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.