O Coritiba inicia mais uma semana de treinos visando a Série B do Campeonato Brasileiro, mas as maiores expectativas estão nos bastidores. Nesta segunda-feira (1), abre-se uma janela de transferências “especial”, uma brecha no mercado da bola aberta pelo regulamento da CBF. Até o dia 19, data do início da Segundona, os clubes poderão contratar atletas, desde que atendendo a alguns critérios específicos. E, com carências grandes no elenco, o Coxa precisa se reforçar.

A rigor, a primeira janela de transferências do futebol brasileiro terminou no dia 7 de março. Mas quem vai disputar as séries A e B do Brasileirão tem uma “recuperação”. Desta segunda até o dia 19, estes 40 clubes (que incluem Coritiba e Operário, na Segundona, e Athletico, na primeira divisão), poderão se reforçar com atletas que disputaram os campeonatos estaduais. Além disso, oficialmente, a saída tem que ser em comum acordo entre o atleta e seu clube de origem.

É o que diz o inciso C do parágrafo 3º do artigo 33 do Regulamento Nacional de Registro e Transferência de Atletas. Leia: “A rescisão por mútuo acordo ou o encerramento do contrato especial de trabalho desportivo (inclusive de empréstimo) com o clube anterior, ou a cessão temporária, ocorrida(o) entre os dias 01/04 a 19/04/2024, sendo que, nesses casos, a solicitação de transferência deve ser concluída no SNR até o dia 19/04/2024. O atleta em questão necessariamente deve ter participado do Campeonato Estadual de 2024“.

Prioridades do Coritiba

O Coritiba segue avaliando o elenco e as carências para o restante da temporada. O trabalho passou a ser do executivo William Thomas, recém-chegado ao clube, contando com o apoio do técnico Guto Ferreira, mantido no cargo, e do CEO Carlos Amodeo. A semana passada foi de decepção para a torcida alviverde, que viu a eliminação do Paranaense não repercutir em nenhuma alteração interna.

Agora, o foco é no mercado da bola. De saída, o Coritiba pretende trazer um lateral-direito, um meia-armador e um extrema. Seriam estas as prioridades para o início da Série B. Mas a saída na semifinal do Paranaense e o fracasso na Copa do Brasil fazem o torcedor esperar por contratações de bom nível. A preocupação da torcida – e, em parte, dentro do Coxa – é pela boa fase de alguns postulantes ao acesso, como Santos, Novorizontino, Sport, Ceará e América-MG.

William Thomas, executivo de futebol do Coritiba.
William Thomas lidera a nova entrada do Coritiba no mercado da bola. Foto: Divulgação

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Coritiba abre semana de expectativa por reforços

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.