O Coritiba está eliminado do Campeonato Paranaense. Neste domingo (28), o Coxa não saiu do 0x0 com o Maringá, no Couto Pereira, e como havia perdido no jogo de ida por 2×0, caiu na semifinal da competição. Já o Dogão vai à sua terceira decisão no torneio (antes foi em 2014 e 2022), e agora aguarda o adversário: Athletico ou Operário.

Ao Alviverde, agora só resta a Série B ao longo da temporada. O time terá quase um mês de preparação, uma vez que a estreia na segunda divisão será no dia 20 ou 21 de abril, contra a Ponte Preta.

Coritiba não consegue finalizar

Precisando reverter a desvantagem de dois gols, o Coritiba não tinha outra alternativa que não fosse partir para cima. E com uma postura ofensiva, o Coxa chegou a ter mais de 60% de posse de bola na primeira etapa, mas não conseguia transformar este domínio em eficiência.

Com o regulamento a seu favor, o Maringá jogava com uma postura mais defensiva, atraindo os donos da casa para o seu campo e tentando apostar no contra-ataque. Com isso, os primeiros 45 minutos eram praticamente com o Coritiba rondando a área, mas sem conseguir finalizar. As melhores chances foram com Mauricio Antônio, de cabeça. Na primeira, a bola desviou na nuca de Ronald. Depois, foi direto por cima do gol.

Já o Dogão mantinha mais a tranquilidade, trabalhando a bola quando tinha a posse e, nesta, foi quem criou a melhor chance. Aos 48, Morelli recebeu na área sozinho e bateu cruzado, mas Pedro Morisco saiu bem do gol e fez a defesa que salvou o Coxa.

Segundo tempo mais agitado

Na etapa final, o jogo ficou menos truncado e mais veloz, com os dois times buscando o gol. Lutando contra o tempo, o Coritiba passou a se expor mais e, consequentemente, abria espaços na defesa. Com isso, foi um lá e cá nos primeiros 15 minutos.

Mas conforme o relógio ia passando, o Coxa ia vendo a dificuldade aumentar. E sem outra alternativa, Guto Ferreira fez alterações para deixar a equipe ainda mais ofensiva. As trocas, de fato, mexeram com a postura do Alviverde, que seguia dominando, rondando a área, mas com dificuldades para finalizar.

A cada volta do relógio, o desespero e a ansiedade tomava conta do Couto Pereira, fosse no campo, no banco ou nas arquibancadas. Só se mantinham tranquilos os jogadores do Maringá, que seguiam bem fechados lá atrás, mas não conseguiam explorar os contra-ataques. No fim, um 0x0 cheio de cobranças e vaias de um lado e festa por parte do interior.

Ficha técnica

CAMPEONATO PARANAENSE
Semifinal – Jogo de volta

CORITIBA 0x0 MARINGÁ

Coritiba
Pedro Morisco; Natanael (David da Hora), Maurício Antônio, Bruno Melo e Rodrigo Gelado (Lucas Ronier); Arílson (Matheus Bianqui), Vini Paulista (Andrey) e Matheus Frizzo (Brandão); Robson, Figueiredo e Leandro Damião.
Técnico: Guto Ferreira

Maringá
Dheimison; Ronald, Tito e Gustavo Vilar; Marcos Vinícius, Morelli, Rodrigo (Júlio Rodrigues), Zé Vitor e Caíque (Max Miller); Serginho (Iago Santana) e Bruno Lopes (Robertinho).
Técnico: Jorge Castilho

Local: Couto Pereira
Árbitro: Lucas Paulo Torezin
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa) e Wagner Júnior Bonfim Ledo
VAR: Adriano Milczvski
Cartões amarelos: Matheus Frizzo, Leandro Damião, Bruno Melo, Figueiredo, Robson, Lucas Ronier (CFC); Morelli, Bruno Lopes, Rodrigo, Marcos Vinícius (MFC)
Cartão vermelho: Vilar, 37 do 2º
Renda: R$ 646.660,00
Público total: 24.715 (22.515 pagantes)

Lance de Coritiba x Maringá, pela semifinal do Paranaense 2024
Bruno Melo lamenta. Coritiba até criou chances, mas não foi eficiente. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Coritiba fica no empate com o Maringá e está eliminado do Paranaense

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.