Ouça os gols da partida na narração de Paulo Sérgio:

Duelo do Coritiba contra o Vasco terminou empatado no Maracanã (Luciano Belford/Agif/Estadão Conteúdo)

Se não deu para vencer, o importante foi pontuar. Esse será o pensamento do torcedor alviverde, em um duelo que começou dramático, mas que o Coritiba evoluiu e conseguiu se recuperar na etapa final para garantir o empate, em 1 a 1, contra o Vasco, na tarde deste sábado (21), no Maracanã, pela 30ª rodada do Brasileirão. Com este resultado, o Coxa foi aos 32 pontos e fica provisoriamente apenas um ponto atrás da primeira equipe fora da ZR.

Nada produtivo na etapa inicial, o Coritiba em nada ameaçou a meta vascaína. Para piorar, aos 15 minutos, Nenê cobrou escanteio na primeira trave e Matheus Galdezani cabeceou contra o próprio gol, abrindo o placar para o Vasco.

Com mudanças no intervalo, o Coxa teve outra cara no segundo tempo. Pressionado na parte inicial, o time conseguiu chegar ao empate, aos 21 minutos, quando Rildo chutou de fora da área, a bola desviou na defesa adversária e morreu no fundo das redes do goleiro Martín Silva, decretando a igualdade no Rio de Janeiro.

O Coritiba volta a campo no próximo domingo (29), diante do Sport, às 18h, na Ilha do Retiro, em Recife-PE, no duelo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Coritiba é inoperante e sai atrás com gol contra

Em uma etapa inicial com pouquíssima produtividade do Coritiba, o ataque alviverde não funcionou e nada ameaçou a meta defendida pelo goleiro Martín Silva. Em contrapartida, o Vasco criou boas oportunidades, especialmente pelo lado esquerdo, com Mateus Vital. Jogando nos erros do adversário, o Vasco conseguiu chegar ao gol em um vacilo da defesa coxa-branca. Aos 15 minutos, Nenê cobrou escanteio na primeira trave e Matheus Galdezani desviou contra o próprio gol, abrindo o placar para os cariocas no primeiro tempo.

Rildo marca e Coxa arranca empate fora de casa

Tentando melhorar a equipe na segunda etapa, o técnico Marcelo Oliveira promoveu as entradas de Baumjohann e Iago Dias nas vagas de Matheus Galdezani e Rafael Longuine. As alterações deram um maior volume ofensivo no início, mas ainda sim o Coritiba viu o Vasco voltar do intervalo com superioridade e pressionando. Em duas chegadas, com Wellington e Mateus Vital, o time carioca esbarrou em boas defesas do goleiro Wilson.

O gol de empate demorou, mas saiu. Aos 21 minutos, Rildo arriscou o chute de fora da área, a bola desviou no zagueiro Breno e foi parar no fundo do gol de Martín Silva, igualando o duelo no Maracanã. Depois do gol, as duas equipes pouco criaram e o placar insistiu na igualdade. O Alviverde ainda teve a grande oportunidade nos minutos finais. Aos 49, Carleto fez o cruzamento da esquerda, Henrique Almeida subiu mais que a defesa e cabeceou por cima do gol, desperdiçando a chance de uma vitória fora de casa.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1X1 CORITIBA

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ).
Data: Sábado, 21 de outubro de 2017.
Horário: 17h.
Árbitro: Raphael Claus (SP).
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP).
Público e renda: 25.682 pagantes | 30.351 total | R$ 994.495,50

Vasco: Martín Silva; Madson, Breno, Anderson Martins e Ramon; Jean, Wellington, Yago Pikachu (Guilherme), Nenê e Mateus Vital (Mateus Vital); Andres Rios (Thalles).
Técnico: Zé Ricardo.

Coritiba: Wilson; Léo, Werley, Cleber Reis e Thiago Carleto; Jonas, Alan Santos, Matheus Galdezani (Iago Dias) e Rafael Longuine (Baumjohann); Rildo (Edinho) e Henrique Almeida.
Técnico: Marcelo Oliveira.

Gol: Matheus Galdezani (CFC) [contra] aos 15′ do primeiro tempo; Rildo (CFC) aos 21′ do segundo tempo.
Cartões amarelos: Mateus Vital (VAS); Léo e Matheus Galdezani (CFC).
Cartão vermelho: Breno (VAS).