Foto: Coritiba/Divulgação

O Coritiba está eliminado da Copa do Brasil. O time alviverde sofreu um gol no fim da primeira etapa e perdeu por 1×0 para o Manaus, na noite desta quarta-feira (12), na Arena Amazônia. O Coxa teve mais posse de bola durante boa parte do jogo, criou mais jogadas ofensivas, mas pecou nas finalizações e não foi capaz de furar o bloqueio defensivo do time manauara. O time de Barroca ainda teve a chance de empatar com Sassá, no começo da segunda etapa, mas o atacante perdeu o pênalti e parou na defesa do goleiro adversário.

Com a eliminação, o Coritiba deixa de embolsar R$ 1,03 milhão, quantia referente à segunda fase do maior torneio mata-mata do futebol brasileiro. Rossini, de voleio, definiu o futuro do Coxa, eliminado, e do Manaus, que agora enfrenta o Brasil de Pelotas, pela segunda fase da Copa do Brasil.

O jogo

O Coritiba começou pressionando o Manaus, que pouco saiu do campo de defesa nos primeiros minutos. Logo aos quatro,o lateral-direito Patrick Vieira bate falta perigosa. A bola bate no chão e exige boa defesa do goleiro Jonathan, dos donos da casa. Os visitantes continuavam atacando o Manaus, principalmente pela direita, com Patrick Vieira e Rafinha nas jogadas individuais.

Aos vinte e cinco minutos, novamente boa jogada do Coxa. Rafinha recebeu lançamento de Renê Jr., driblou o zagueiro e tentou o chute, mas foi cortado no último segundo pelo defensor do Manaus. Na segunda metade dos quarenta e cinco minutos, o Coritiba continuava com a maior posse de bola, mas a superioridade não se traduzia em chutes a gol do arqueiro Jonathan.

Aos trinta e quatro, a primeira chance de perigo do Manaus. O habilidoso atacante Janeudo bate falta com curva perigosa, mas a bola passa por cima do gol de Muralha. Dois minutos depois, mais uma chance do time da casa. Patrick Vieira perde a bola para Janeudo, que toca para Gabriel Davis. O meia arriscou o chute, mas a bola parou nas mãos do goleiro coxa-branca.

Aos quarenta e cinco minutos, no último lance da primeira etapa, sai o gol do Manaus. Após bate rebate dentro da área, a bola sobra para Rossini, que deu um belo voleio dentro da área. A bola bate na trave antes de vencer o goleiro Muralha.

Na segunda etapa, o Coritiba teve a chance de empatar a partida logo aos sete minutos. Thiago Lopes tentou cruzamento da esquerda e o zagueiro cortou a bola com a mão. Mas na cobrança, o atacante Sassá bate fraco e o goleiro Jonathan espalma para escanteio.

Aos dezesseis minutos, bola na trave do Coritiba. Thiago Lopes, o jogador mais perigoso da etapa final coxa-branca, tentra cruzamento na área, a bola passa por todo mundo e ainda bate na trave antes de sair pela linha de fundo.

O Manaus deixava o Coritiba chegar ao seu campo de defesa e pouco agredia a equipe paranaense. O time da casa só chegou aos vinte e nove minutos, com falta de Janeudo. O meia cruzou na área, mas a zaga do Coritiba cortou o lance.

Aos quarenta e sete minutos, após cruzamento da direita, Rhodolfo cabeceia para o meio da área, Sassá completa para o gol, mas o zagueiro Spice cortou em cima da linha e impediu o gol de empate do Coritiba.

FICHA TÉCNICA
MANAUS 1×0 CORITIBA

Local: Arena Amazônia, em Manaus (AM).
Data: Quarta, 12 de fevereiro de 2020.
Horário: 22h30.
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA).
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA).

Manaus: Jonathan; Igor, Luis Fernando, Thiago Spice e Caíque; Derlan e Panda e Janeudo (Gilson); Diogo Dolem (Gabriel Davis), Rossini e Mateus Oliveira.
Técnico: Wellington Fajardo.

Coritiba: Alex Muralha; Patrick Vieira, Rhodolfo, Sabino e William Matheus; Matheus Sales (Matheus Galdezani), Renê Júnior (Igor Jesus) e Ruy (Thiago Lopes); Rafinha, Sassá e Robson.
Técnico: Eduardo Barroca.

Cartões amarelos: Patrick Vieira e Sassá (COR); Derlan,Luis Fernando e Janeudo (MAN)

Cartão vermelho: Panda (MAN).

Gols: Rossini (COR) aos quarenta e cinco minutos do primeiro tempo.