O técnico interino do Coritiba, James Freitas, destacou o ambiente que a comissão técnica e os atletas tiveram para trabalhar durante a preparação para a partida contra o Guarani, nesta terça-feira (14). O Coxa venceu por 1×0, no Couto Pereira, quebrou uma sequência de duas derrotas consecutivas e “abafou” a crise. Para o comandante, todo o grupo recebeu o respaldo do CEO Carlos Amodeo e isso refletiu dentro de campo.

“Tivemos semanas difíceis, mas quero enaltecer o trabalho do presidente, de nos dar respaldo. Temos um grupo jovem, uma comissão técnica da casa, e o presidente nos deu todo o apoio e deixou o ambiente mais leve, sem muita cobrança. Esse sacrifício que fizemos dentro de campo é decorrente do sacrifício que o presidente tem sofrido em relação às cobranças, do ambiente que se instaurou”.

Antes e durante a bola rolar, a torcida alviverde protestou contra Amodeo, com cantos como “o Coritiba não precisa de você”. Porém, o clube impediu a entrada de torcedores com faixas contra o CEO, o que gerou um tumulto desde a chegada ao Couto Pereira. Um coxa-branca até conseguiu entrar e exibir a mensagem com a frase “fora Amodeo”, mas os seguranças pediram que ele retirasse a manifestação. Nas redes sociais, torcedores reclamaram que estavam sendo barrados.

A atuação do Coritiba

Em relação à atuação, Freitas afirmou que o Coritiba sentiu o desgaste físico devido ao curto tempo de preparação entre as partidas. O Alviverde entrou em campo no sábado a noite diante do Avaí e retornou a Curitiba no domingo de manhã. “O jogo do Avaí nos impactou bastante, tivemos todo cuidado com a recuperação dos atletas. Fizemos 20 minutos em um ritmo bom, com boa circulação de passes. Naturalmente, fomos perdendo um pouco da intensidade, muito em função do desgaste. O Guarani conseguiu a partir dos 30 minutos ter uma alternância conosco, apesar de não ter produzido chances de gol”, analisou.

Contudo, o interino entende que a situação servirá de experiência para os jovens do Coritiba. “Voltamos bem para o segundo tempo, mas eu já percebia que nossa equipe precisava de um respiro, foi aí que comecei as trocas. Mais uma vez eu pontuo que temos atletas jovens, que estão calejando na competição, e jogos desta magnitude são importantes para que a gente amadureça física, técnica e mentalmente. Foi um jogo difícil para nós”, concluiu.

O próximo jogo do Coritiba é contra o Novorizontino, na sexta-feira (17), às 21h30, em Novo Horizonte, pela sexta rodada da Série B. A partida terá cobertura total da Banda B, com narração de Anderson Luís, comentários de Cristian Toledo e reportagens de Vinicius Bittencourt. A transmissão começa às 20h, com o Bola na Mesa. Acompanhe a partida aqui, pelo AM 550, pelo FM 79.3no nosso aplicativo, nas redes sociais e pelo nosso canal no YouTube.

James Freitas, interino do Coritiba.
Interino viu um Alviverde desgastado fisicamente. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

James Freitas agradece CEO do Coritiba: “Deixou o ambiente leve”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.