Coritiba quer encerrar as viagens em 2018 com vitória sobre a Ponte Preta. (Divulgação)

O Coritiba faz sua última partida como visitante em 2018 contra a Ponte Preta, nesta terça-feira (13), às 21h30 (horário de Brasília), no estádio Moises Lucarelli, em Campinas. O objetivo é conquistar os três pontos mesmo sem nenhum objetivo após fracassar na disputa pelo acesso para a Série A.

“Tem a motivação de todo jogo a gente procurar fazer o melhor. Claro que é um jogo importante para a Ponte Preta, a gente está ciente disso, mas a gente tem que estar cada vez mais próximo do nosso objetivo. É claro que a gente não tem mais chance de acesso, mas nós temos com a gente que temos a obrigação de pontuar. Os seis pontos que a gente tem para jogar a gente vai buscar ganhar todos”, declarou o volante Vitor Carvalho.

Em relação ao time, o técnico Argel Fucks terá apenas uma mudança com a entrada do lateral-esquerdo William Matheus na vaga do suspenso Abner. O Coritiba vai jogar com Rafael Martins; Leandro Silva, Rafael Lima, Alan Costa e William Matheus; Vitor Carvalho, Simião, Chiquinho e Matheus Bueno; Guilherme Parede e Alecsandro.

O adversário

A Ponte Preta vem de sete jogos sem vencer e está na quinta colocação, com 56 pontos. Em caso de vitória sobre o Coritiba e tropeço de Goiás ou Avaí, a ‘Macaca’ termina a penúltima rodada dentro do G4. Segundo o site Infobola, a chance do time paulista subir é de 44%.

O técnico Gilson Kleina ainda tem diversas dúvidas na escalação por conta das condições físicas de seus jogadores. A pior situação é de Paulinho que está com inflamação no joelho. Já Matheus Vargas e Roberto devem ser relacionados, mas ainda não estão garantidos.

A escalação deve ser Ivan, Ruan, Renan Fonseca, Reginaldo e Danilo Barcelos; João Vitor, Lucas Mineiro e Matheus Vargas (Murilo); Hyuri (Victor Rangel), André Luis e Júnior Santos.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA X CORITIBA

Data: Terça-feira, 12 de novembro de 2018.
Horário: 21h30 (horário de Brasília).
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG).
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG).