Coritiba garantiu a classificação aos 52 minutos do segundo tempo. (Wilson Filho/Estadão Conteúdo)

O Coritiba sofreu muito e se classificou no último lance para a segunda fase da Copa do Brasil. A equipe coxa-branca estava perdendo para o Parnahyba até os 52 minutos do segundo tempo, mas o lateral-esquerdo William Matheus deixou tudo igual em lance de bola parada e evitou a eliminação precoce.

Pela melhor posição no ranking da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Coritiba usou o regulamento para seguir na Copa do Brasil. No início da etapa final, Idelvando deixou Fabinho de frente para o gol e o camisa 11 apenas empurrou a bola para as redes. Já no último lance, após muita polêmica, o lateral William Matheus aproveitou cobrança de escanteio e deixou tudo igual.

Com a classificação sofrida, o Coritiba agora enfrenta o Uberlândia, novamente fora de casa, em data ainda a ser definida pela CBF. Já no Campeonato Paranaense, a próxima partida será contra o Londrina e o time alviverde precisa da vitória para seguir com chances de classificação na Taça Dionísio Filho.

Primeiro tempo com poucas chances 

A partida começou com o Parnahyba tendo mais posse de bola. Logo aos cinco minutos, a bola ficou viva dentro da área coxa-branca e ninguém conseguiu o desvio para o gol de Wilson. Porém, rapidamente, o Coritiba teve mais posse de bola, mas pouco assustou o goleiro César.

O melhor momento coxa-branca foi aos 27 minutos. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Iago Dias que chutou com força. A zaga deu rebote e Vitor Carvalho parou na marcação que salvou praticamente de dentro do gol. Já aos 38, Guilherme Parede tentou o cruzamento para o meio da área, mas mandou com força e nenhum atacante alcançou.

Coritiba empata no último lance e avança

Com apenas um minuto do segundo tempo, a situação ficou muito complicada para o Coritiba. Idelvando fez bela jogada individual, passou por William Matheus e tocou rasteiro para o meio da área. A bola passou por Wilson e Fabinho teve apenas o trabalho de empurrar para as redes.

O gol sofrido obrigou o Coritiba a sair para o ataque e o empate quase saiu aos sete minutos, mas o chute de Júlio Rusch foi na rede pelo lado de fora. Aos 18, Marcos Gasolina recebeu o segundo cartão amarelo e deixou o Parnahyba com um jogador a menos. Mesmo com a superioridade numérica, a equipe coxa-branca teve muita dificuldade e empatou apenas no último lance.

Aos 51 minutos, após bate e rebate, o goleiro César tirou a bola em cima da linha e tinha praticamente acabado com as esperanças da torcida-coxa-branca. Porém, no último lance, Júlio Rusch cobrou escanteio para o meio da área e William Matheus classificou o Coxa com gol de cabeça.

FICHA TÉCNICA
PARNAHYBA 1X1 CORITIBA

Local: Estádio Albertão, Teresina (PI).
Data: Quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018.
Horário: 19h30.
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO).
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO).

Parnahyba: César; Gilmar Baiano, Fabinho Sergipano, Alex Santos e Miltão; Felipe Silva, Marcos Gasolina, Formiga (Didi) e Idelvando; Fabinho e Ramon (Jânio).
Técnico: Sérgio China.

Coritiba: Wilson; César Benítez (Simião), Thalisson Kelven, Romércio e William Matheus; Vitor Carvalho (Alecsandro), Júlio Rusch e Thiago Lopes; Iago Dias, Guilherme Parede (Kady) e Kleber.
Técnico: Sandro Forner.

Cartões amarelos: Miltão e Idelvando (PAR); Kady (CFC).
Cartão vermelho: Marcos Gasolina (PAR).
Gols: Fabinho (PAR), aos 2′ do segundo tempo, e William Matheus (CFC), aos 53′ do segundo tempo.