Eduardo Barroca e Rodrigo Pastana deixaram o Coritiba. (Divulgação/Coritiba)

O técnico Eduardo Barroca e o diretor de futebol Rodrigo Pastana não resistiram ao início ruim no Campeonato Brasileiro e foram demitidos do Coritiba. A decisão da diretoria aconteceu após a quarta derrota na Série A para o Corinthians por 3 a 1.

Somando as duas derrotas nas finais do Campeonato Paranaense para o Athletico, o Coritiba vem de seis derrotas seguidas. A única vitória na temporada contra time de Série A foi contra o Athletico por 4 a 0, em 15 de março, mas o Rubro-Negro utilizou a equipe de aspirantes.

No total, Barroca comandou o Coritiba em 23 partidas, com 11 vitórias, três empates e oito derrotas, com aproveitamento de 54%. Em 2020, o Coxa caiu ainda na primeira fase da Copa do Brasil para o Manaus e perdeu o título estadual para o Athletico.

Já Rodrigo Pastana foi contratado pelo Coritiba em novembro de 2018 e montou o elenco que subiu para a primeira divisão do Campeonato Paranaense. Porém, o trabalho dele começou a ser questionado mais uma vez nas últimas semanas após os resultados ruins.