O Coritiba terminou 2023 com mais uma derrota, a 27ª no ano – praticamente a metade dos jogos da temporada (55 ao todo). O Corinthians não precisou fazer muita coisa para vencer por 2×0, nesta quarta-feira (6), num Couto Pereira vazio, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Foi uma despedida melancólica que apenas confirmou tudo que se viu nas 54 partidas anterior.

Desta forma, o Coritiba fecha o ano com péssimos resultados dentro de campo. O Coxa foi eliminado nas quartas de final do Campeonato Paranaense pelo Cascavel, caiu na terceira fase da Copa do Brasil para o Sport e terminou rebaixado para a Série B. Quatro técnicos trabalharam na equipe em uma temporada que marcou a consolidação da SAF – a Treecorp assumiu o clube em junho.

Os jogadores do Coritiba – que ficam no clube – entram em férias até o início de 2024. Até lá, a diretoria e o técnico Guto Ferreira vão trabalhar na remontagem do elenco. A estreia no Campeonato Paranaense será no dia 18 de janeiro, uma quinta-feira, contra o PSTC, no Couto Pereira. O início da Copa do Brasil está marcado para 21 de fevereiro e a Segundona começa em 20 de abril.

O jogo do Coritiba

Sem pressão – afinal, o jogo não valia nada -, o Coritiba começou a partida tendo mais a posse de bola e saindo para o ataque. Willian, posicionado como um terceiro zagueiro, dava início às jogadas alviverdes. A primeira chance foi de Kaio, obrigando Carlos Miguel a desviar. Mas no primeiro ataque, Fausto Vera acertou um balaço de média distância e abriu o placar para o Corinthians.

E como aconteceu com o Coritiba em toda a temporada, ao sofrer um gol o time desmorona. Tanto que Romero ampliou a vantagem corintiana após uma série de trapalhadas da defesa alviverde. E Pedro Morisco teve que trabalhar outras vezes – numa delas numa cabeçada de Thiago Dombroski para o próprio gol.

Segundo tempo

Com as entradas de Lucas Ronier, Maurício Antônio e Matheus Bianqui, o Coritiba voltou querendo ser mais agressivo. Mas era o Corinthians quem chegava com perigo, aproveitando-se das falhas sucessivas da defesa coxa. Tirando esses lances, nada acontecia. O ritmo de final de competição foi tomando conta dos alviverdes e dos corintianos.

Guto Ferreira resolveu dar tempo para Diogo Batista e promover a estreia profissional de Eberth. Com a partida decidida, Jamerson criou a melhor jogada do Coritiba em toda a partida, mas Carlos Miguel defendeu. E de forma desanimada, o jogo foi até seu final, confirmando a vitória do Corinthians, mantendo um tabu de 13 anos sem perder para o Coxa.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
2º Turno – 38ª rodada

CORITIBA 0x2 CORINTHIANS

Coritiba
Pedro Morisco; Natanael, Thalisson Gabriel, Thiago Dombroski (Maurício Antônio) e Jamerson; Willian Farias (Matheus Bianqui), Andrey (Diogo Batista) e Sebastian Gómez; Kaio César, Gabriel Silva (Lucas Ronier) e Edu (Eberth). Técnico: Guto Ferreira

Corinthians
Carlos Miguel, Fagner, Gil, Caetano e Matheus Bidu; Cantillo, Fausto Vera (Ruan Oliveira), Matheus Araújo e Biro (Giovane); Romero e Yuri Alberto (Wesley). Técnico: Mano Menezes

Local: Couto Pereira
Árbitro: Jonathan Benkenstein Pinheiro (RS)
Assistentes: Tiago Augusto Kappes Diel (RS) e Maira Mastella Moreira (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (FIFA-RS)
Gols: Fausto Vera 11 e Romero 20 do 1º
Cartão amarelos: Lucas Ronier (CFC)
Renda e público: portões fechados

Coritiba x Corinthians.
O Coritiba tenta na bola alta, mas Gil leva vantagem. Foto: Ernani Ogata/Código19

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Coritiba encerra temporada com mais uma derrota

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.