O Conselho Deliberativo aprovou as mudanças no estatuto do Coritiba. Em reunião realizada nesta terça-feira (28), 95% dos conselheiros deram o aval para a medida, que visa dar mais segurança à associação do clube junto à SAF, comandada pela Treecorp. Com aprovação, o Alviverde também pode marcar as suas eleições, atrasadas desde o fim do ano passado.

Em abril, o Conselho Deliberativo chegou a se reunir para votar as emendas sugeridas pelo Conselho Consultivo ao novo estatuto. Na época, o texto acabou modificado com as emendas para dar mais segurança à associação, permitindo com que ela tenha mais poder de decisão dentro do Coritiba e não deixe a autonomia completamente com a Treecorp.

O novo estatuto, porém, ainda passará pela aprovação dos sócios do Coritiba antes de entrar em vigor. A assembleia ocorrerá nos próximos meses, mas ainda sem data definida. Após a reunião, o Conselho Deliberativo vai convocar as eleições para a presidência da associação do clube. Atualmente, Jamil Tawil Filho é o presidente interino, desde dezembro de 2023.

Estatuto reduz Conselho do Coritiba

Entre as mudanças previstas no documento, consta a redução no número de conselheiros eleitos de 160 para 120. Ainda são outros 59 conselheiros natos – o número máximo é 60, ou seja, tem uma vaga aberta. Assim, com as mudanças, o Conselho Deliberativo do Coritiba passará a ter 120 conselheiros eleitos, além de 60 vitalícios e 25 natos (ex-presidentes), totalizando 205 conselheiros.

Couto Pereira, estádio do Coritiba.
Couto Pereira, estádio do Coritiba. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Conselho aprova novo estatuto do Coritiba

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.