Coritiba deve priorizar a Copa do Brasil no começo de 2020. (Geraldo Bubniak/AGB)

O presidente Samir Namur admitiu que o Coritiba pode deixar o Campeonato Paranaense em segundo plano no ano que vem. Como o estadual ainda não foi vendido para nenhuma televisão, o Coxa deve priorizar a Copa do Brasil, competição mais rentável do futebol brasileiro.

“Você tem pelo menos R$ 500 mil para jogar o campeonato. Se não tem, você tem o prejuízo de pelo menos R$ 500 mil. É natural que os clubes, gradativamente, olhem com menos peso para o Campeonato Paranaense. O Coritiba vai iniciar o campeonato com a primeira fase da Copa do Brasil muito próxima e são competições com importâncias completamente diferentes, até financeiramente”, comentou o presidente.

Em 2019, o Coritiba priorizou o Campeonato Paranaense e caiu logo na primeira fase da Copa do Brasil para o URT-MG. A queda precoce na competição nacional atrapalhou o planejamento financeiro de toda a temporada. “Por todo o contexto que o Coritiba entrou em 2019, nós entendemos que seria uma prioridade no ano o Campeonato Paranaense. Ainda é cedo para falar, o foco está no acesso, mas por todo o contexto falado existe a tendência de que o estadual de 2020 não seja tão priorizado assim”, explicou Namur.

“Neste ano, o Coritiba foi jogar uma partida decisiva contra o Operário no domingo, em Ponta Grossa, o que sempre é uma verdadeira guerra, e foi para Patos de Minas praticamente com o mesmo time. Claro que não justifica, mas tem uma perda técnica. É importante essa mudança para a liberação no número de inscrições. Isso vai projetar em um campeonato sem TV, ou com menos dinheiro da TV, jogos com times alternativos e reservas. Ainda não existe uma definição do Coritiba em relação a isso, mas vejo como natural que isso aconteça”, acrescentou o mandatário coxa-branca.