Foi com muito sofrimento, mas foi. O Coritiba venceu a primeira partida na Série B do Campeonato Brasileiro. A vitória suada por 1×0 sobre o Brusque, na tarde deste domingo (28), foi construída pelos centroavantes – assistência de Leandro Damião e gol de Brandão. Em uma partida de muita marcação e muitos erros, o Coxa conseguiu o que precisava, os três pontos. Neste momento, o time ocupa a sexta posição na Segundona.

A próxima partida do Coritiba na Série B do Campeonato Brasileiro será na sexta-feira (3), às 20h30, contra o Sport, no Couto Pereira. É o chamado confronto direto com um dos times mais cotados para o acesso à primeira divisão. E depois só no dia 11, um sábado, às 11h, contra o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis. Já o Brusque entra em campo no feriado de 1º de maio, quarta-feira, contra o Atlético-GO, na Arena Joinville.

O jogo do Coritiba

Com a estreia do meia Yago e o retorno de Bernardo após quase um ano e meio, o Coritiba tentou uma blitz no início da partida. Mas quem levou perigo primeiro foi o Brusque, com Alex Ruan obrigando Pedro Morisco a fazer boa defesa. O Coxa não finalizava, enquanto os catarinenses ameaçavam muito. A ponto de marcarem com Dionísio, mas o lance foi impugnado após ação do VAR. Os donos da casa erravam muitos passes e também as tomadas de decisão. Da forma que terminou o primeiro tempo, o 0x0 foi lucro.

Com Matheus Frizzo no lugar de Yago, o Coritiba teve a melhor chance do jogo com Leandro Damião, que cabeceou livre na pequena área, mas para fora. Logo depois, Frizzo e Lucas Ronier também tiveram boas chances. Na base da última cartada, Brandão entrou no lugar de Morelli. E com dois centroavantes, estratégia não usada por Guto Ferreira durante a temporada, deu certo. Aos 39 minutos, Frizzo cruzou e Damião ajeitou para Brandão marca o gol da vitória alviverde.

Ficha técnica

SÉRIE B
1º Turno – 2ª Rodada

CORITIBA 1×0 BRUSQUE

Coritiba
Pedro Morisco; Natanael, Maurício Antônio, Bruno Melo e Jamerson; Morelli (Brandão), Bernardo (Sebastián Gómez) e Yago (Matheus Frizzo); Lucas Ronier (Geovane Meurer), Figueiredo (Wesley Pomba) e Leandro Damião.
Técnico: Guto Ferreira

Brusque
Matheus Nogueira; Mateus Pivô (Cristovam), Ianson, Wallace e Alex Ruan; Rodolfo Potiguar, Marcos Serrato (Osman) e Dionísio (Jhemerson); Dentinho, Paulinho Moccelin (Anderson Rosa) e Guilherme Queiroz (Olávio).
Técnico: Luizinho Lopes

Local: Couto Pereira
Árbitro: Fabiano Monteiro dos Santos (SP)
Assistentes: Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Gol: Brandão 39 do 2º
Cartões amarelos: Bernardo, Bruno Melo (CFC); Guilherme Queiroz, Mateus Pivô, Rodolfo Potiguar, Dentinho, Cristovam (BRU)
Renda: R$ 282.865,00
Público total: 18.455

Coritiba x Brusque.
Leandro Damião lamenta os erros de passe do Coritiba. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

No sufoco, Coritiba vence o Brusque no retorno ao Couto Pereira

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.