O Coritiba sofre com uma instabilidade em suas janelas de transferências desde a chegada da Treecorp, que assumiu 90% da SAF do clube, em junho do ano passado. Nove meses depois do início da gestão, dos 23 atletas contratados pela empresa, oito já deixaram o Coxa. Ou seja, quase um terço não está mais no Alto da Glória, obrigando a diretoria a buscar reposições no mercado.

Na temporada passada, o Coritiba contratou 11 jogadores, na tentativa de evitar o rebaixamento à Série B. A janela começou com a chegada do volante Fransérgio e ainda contou com o zagueiro Maurício Antônio, o lateral-direito Hayner, o volante Sebastian Gómez, e os atacantes Edu, Maurício Garcez, Diogo Oliveira e Lucas Barbosa. Já na reta final do ano, o clube ainda trouxe o trio de estrangeiros, composto por Samaris, Jesé Rodríguez e Slimani.

Dos reforços do ano passado, apenas quatro seguem no elenco – um deles, Diogo Oliveira, sequer entrou em campo em 2024. Diante mau aproveitamento da janela de 2023, o Coritiba passou por uma reformulação completa na atual temporada e contratou mais 12 atletas: Benassi, Gabriel Leite, Benevenuto, Bruno Melo, Matheus Frizzo, Vini Paulista, Arilson, Figueiredo, Damião, Brandão e David.

O saldo do Coritiba

Dos nomes que vieram em 2023, Maurício Antônio e Sebastián Gómez são os mais utilizados. Ambos são titulares com Guto Ferreira e devem seguir como pilares do time para a disputa da Série B. Já dos atletas contratados este ano, Matheus Frizzo, Vini Paulista e Figueiredo são os que receberam mais oportunidades. Por ter chegado depois, Leandro Damião ainda tem poucos jogos, mas também é um titular absoluto.

Por outro lado, Samaris e Jesé Rodriguez são as contratações da SAF menos utilizadas. O grego disputou apenas quatro jogos, enquanto o espanhol entrou em campo seis vezes. Já dos nomes presentes no atual elenco, Rodrigo Gelado, com cinco jogos, e David da Hora, com seis, são os menos aproveitados. O Coritiba comprou ambos os atletas e investiu mais de R$ 5 milhões nas duas contratações somadas.

As contratações da SAF do Coritiba

  • Goleiros: Benassi e Gabriel Leite.
  • Zagueiros: Reynaldo (deixou o clube), Maurício Antônio, Benevenuto e Bruno Melo.
  • Laterais: Hayner (deixou o clube) e Rodrigo Gelado.
  • Meio-campistas: Fransérgio, Sebastian Gómez, Matheus Frizzo, Vini Paulista e Arilson.
  • Atacantes: Edu, Maurício Garcez, Samaris, Slimani, Jesé Rodríguez (deixaram o clube), Diogo Oliveira, Figueiredo, Damião, Brandão e David da Hora.
Matheus Frizzo, meia do Coritiba.
Matheus Frizzo foi um dos nomes trazidos pela SAF em 2024. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Quantos já saíram? Um balanço das contratações da SAF do Coritiba

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.