O nome do advogado Jeffrey Chiquini é constantemente citado nos problemas internos do Coritiba. Afinal, uma postagem do profissional, atual representante jurídico de Alef Manga, foi o detonador da crise que provocou a demissão do CEO Carlos Amodeo (hoje no Vasco). Mas ele não aceita ser colocado como uma ‘linha auxiliar’ do ex-CEO. Em nota enviada à imprensa na manhã desta terça-feira, Chiquini tratou do assunto. Leia abaixo e na íntegra a manifestação do advogado.

A nota de Chiquini sobre a crise no Coritiba

NOTA À IMPRENSA:

É irracional cogitar que esta defesa participou de qualquer modo da suposta “queda de braço” existente na diretoria do Coritiba. Bem pelo contrário. Expusemos a ferida escondida e o desrespeito dos gestores com a torcida alviverde, que é o maior patrimônio do clube.
Nossa atitude se mostrou acertada na prática, que teve como objetivo único resgatar o respeito a voz do torcedor, coisa que a atual gestão da SAF desconsiderava até então. O apoio da torcida à permanência de Alef Manga é real, e reascendeu a força da torcida, mostrando a esta nova gestão que a torcida coxa branca é forte e unida, merecedora de respeito.
Se desacreditavam da força e união da nação coxa branca, agora compreenderam o terreno que estão pisando. O Coritiba tem tradição, e aqui não admitimos incompetência.
Administrar um clube de futebol não é como administrar um condomínio. Futebol envolve paixão, e o torcedor sempre será o maior patrimônio.

Jeffrey Chiquini.

Jeffrey Chiquini, advogado de Alef Manga, jogador do Coritiba.
O advogado Jeffrey Chiquini. Foto: Reprodução/Instagram

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Coritiba: advogado de Alef Manga rebate críticas

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.