O advogado Jeffrey Chiquini, que representa Alef Manga, expôs a situação atual do atacante e detonou o executivo de futebol do Coritiba, Willian Thomas. Segundo ele, o dirigente não quer contar com o atleta no Alviverde e busca negociá-lo no mercado. O jogador treina em horários alternativos no CT da Graciosa desde março e não entra em campo há mais de oito meses.

Em uma publicação nas redes sociais, Chiquini disse que o executivo do Coritiba sequer “cumprimenta” Manga no dia a dia do clube. O advogado se direcionou à torcida e destacou todo o esforço do atleta para voltar a atuar pelo Alviverde. Desde a suspensão por participação em esquema de manipulação de resultados, o atacante e o seu representante legal buscaram formas de converter a pena, mas sem sucesso.

Atacante pode voltar em agosto ao Coritiba

Atualmente, o prazo de retorno de Manga é em agosto, período em que a Série B estará no início do segundo turno. Enquanto não pode atuar pelo Coxa, o atacante aprimora a parte física, com treinos específicos, e tenta se manter em condições de disputar partidas oficiais. Em seu desabafo, Chiquini ainda disse que toda a torcida espera o retorno do jogador e que a vontade dela “deve prevalecer”.

Veja a publicação na íntegra:

A nação coxa-branca precisa saber da verdade: William Thomas não quer Alef Manga no Coritiba! No dia a dia no CT o diretor executivo de futebol sequer olha e cumprimenta o jogador e, pelas costas da torcida, já está oferecendo o atleta no mercado.
Eu não poderia engolir e aceitar isso calado, como torcedor e Advogado do atleta. Todo o nosso esforço pelo seu retorno não pode ser em vão. Todos estão aguardando sua volta. Manga é ativo do clube e a vontade da torcida deve prevalecer. A torcida deve ser respeitada. Irei sempre prezar por isso. Não tenho rabo preso com a diretoria e nunca terei. Eu sou torcida! Respeitem meu Coritiba! O Coritiba somos nós…

Autuori responde advogado

Em pronunciamento, o diretor de futebol, Paulo Autuori, respondeu rapidamente às declarações de Chiquini. Nas entrelinhas, o dirigente indicou que Alef Manga está fora dos planos do Coritiba e citou indiretamente a participação do atacante nos esquemas de manipulação. Na visão dele, o comportamento do jogador não casa com o princípio que a diretoria atual quer impor no clube.

“Eu só quero me posicionar e com o torcedor do Coxa refletir se vamos estar do lado certo ou do errado? Se vamos abrir mão de princípios e valores morais em função de alguma possibilidade de ganho desportivo. Eu particularmente me posicionando de um lado e me recuso estarem um ambiente que não respeite essa ideia. Quero agradecer a todos que gostam do futebol, que querem ganhar, mas querem ganhar com dignidade. É por isso que vamos lutar até os últimos dias de nossas vidas”, disse o diretor, ao YouTube do Coritiba.

Alef Manga, atacante do Coritiba.
Atacante segue sem poder atuar pelo Coxa. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Advogado diz que Coritiba não quer Alef Manga; Autuori responde

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.