O torcedor do Coritiba que foi acusado pelo repórter fotográfico Franklin de Freitas de ter cometido injúria racial se apresentou, na manhã desta quinta-feira (2), à Demafe (Delegacia Móvel de Atendimento a Futebol e Eventos).

O envolvido chama-se Alcione Tessari, sócio do clube, e negou que tenha cometido o crime e que apenas chamou o fotógrafo para tirar uma foto. No entanto, ela caiu em algumas contradições no depoimento, segundo o delegado Luiz Carlos de Oliveira.

“Ele veio aqui, intimado por nós, para sabermos se ele esteve no Couto Pereira. O mesmo afirmou que esteve, que estava em um lugar marcado, que é dele, e no intervalo do dia pediu ao repórter para fotografá-lo. E depois ele disse que foi ao banheiro e disse que acompanhou o jogo de outro local, o que não faz muito sentido, uma vez que tem um local que é dele”, afirmou o delegado.

Problemas anteriores no Coritiba

Ainda segundo Luiz Carlos de Oliveira, o torcedor já se envolveu em outras situações dentro do Couto Pereira, embora não tenha dado detalhes. Agora, a Polícia Civil vai ouvir duas testemunhas e passar o caso para a Justiça.

“Agora vamos encaminhar o caso para a Justiça, ele citou dois amigos que estavam ao lado dele e vamos ouvi-los. Se, por ventura, falarem algo diferente do que vamos apurar, eles serão indiciados por falso testemunho ou presos em flagrante”, completou.

Entenda o caso

No último domingo (28), na vitória do Coritiba sobre o Brusque, um caso de injúria racial foi denunciado no Couto Pereira. A vítima foi o repórter fotográfico Franklin de Freitas, que trabalha no Bem Paraná e também é presidente da Associação dos Repórteres e Cinematográficos do Paraná (Arfoc-PR).

A situação ocorreu no intervalo da partida, enquanto Franklin se deslocava de um lado do campo para o outro e pelo caminho tirava fotos de torcedores no setor Pro Tork, quando foi surpreendido ao ser chamado por uma pessoa de “preto filho da puta”.

Torcedor do Coritiba se apresentou à polícia
Alcione Tessari se apresentou à policia após ter sido intimado. Foto: Ernani Ogata/Código 51

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Acusado de cometer injúria racial contra jornalista em jogo do Coritiba se apresenta à polícia

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.