Rodrigo Pastana foi apresentado pelo Coritiba (Osmar Antônio/Banda B)

Escolhido para assumir como executivo de futebol do Coritiba, Rodrigo Pastana foi apresentado, nesta terça-feira (20), no Couto Pereira. Com seis acessos no currículo, perfil buscado pelo clube para retornar à elite no próximo ano, o dirigente reconhece a responsabilidade em alcançar resultados com o baixo orçamento de 2019.

“Assim como vários trabalhos difíceis que já tive, esse é mais um grande desafio. Sei do tamanho do Coritiba e o que pode proporcionar com bons resultados, mas também do que pode vir de pressão com maus resultados. Isso está bem claro para mim, que a minha contratação é para gerar resultado. É disso que o clube precisa, de um novo ano, com boas campanhas e que possa culminar no acesso em 2019”, declarou o executivo em entrevista coletiva.

Pastana carrega consigo uma experiência de dois acessos da Série C para B, com Grêmio Barueri (2006) e Guarani (2016), e quatro da B para A, com Grêmio Barueri (2008), Criciúma (2012), Figueirense (2013) e, mais recentemente, com o Paraná (2017). O bom retrospecto despertou a atenção da diretoria, que tinha interesse em contratá-lo já para 2018.

“A contratação do Pastana se deve ao perfil. Quem participou das discussões de campanha sabe que era o nome que a gente queria para 2018. O problema é que, quando assumimos, ele estava empregado, e por questões de ética eu não contactei. É um perfil que compreende experiência e um currículo com montagem de elencos de Série B de forma bem sucedida. Tem acessos e conhecimento de mercado, esses são os motivos”, disse o presidente Samir Namur.

Sem ter conseguido repetir os sucessos das divisões inferiores na elite do futebol brasileiro, Rodrigo Pastana acredita que as lições deixadas pelo ano ruim com o Paraná Clube podem colaborar e já traça a montagem do elenco alviverde. “A gente aprende com os erros. A nossa ideia é montar uma equipe forte já no início, apenas para completá-la após o Paranaense. Uma equipe se faz forte com 18 atletas. Temos algumas novidades na base, e o mercado está aberto sempre. O Coritiba sempre que estar sempre aberto para oportunidades”, ressaltou.

Sem garantir baixas e permanências, Pastana irá aguardar o término da Série B, na próxima sexta-feira (23), para dar início ao planejamento. “Temos que sentar e ver quem fica e quem sai. Ainda estou me ambientando com tudo. Tenho reuniões diárias para definir as contratações que vamos fazer, com base nas questões financeiras e táticas”, finalizou.

Assista à entrevista coletiva do executivo Rodrigo Pastana:

Acompanhe a apresentação do Rodrigo Pastana

Posted by Esporte Banda B on Tuesday, November 20, 2018