Rodrigão e Welinton Júnior fazem a flecha em homenagem à Dirceu Krüger. (Geraldo Bubniak/AGB)

A noite já era especial pelas homenagens para Dirceu Krüger, mas o Coritiba aproveitou o embalo do estádio Couto Pereira lotado e brindou a torcida com a melhor estreia possível na Série B. Com uma excelente atuação e mais uma partida inspirada do atacante Rodrigão, o Coxa derrotou a Ponte Preta por 2 a 0.

Rodrigão foi o grande nome de mais uma vitória do Coritiba ao marcar os dois gols, um de pênalti e outro após bela jogada dentro da área. O camisa 9 ainda mandou uma bola na travessão e quase terminou o jogo com o famoso hat-trick (quando o mesmo atleta marca três vezes).

Com três pontos, o Coxa está entre os primeiros colocados da Série B e joga novamente já na próxima sexta-feira (03/05), contra o Atlético-GO, às 21h30, em Goiânia.

O jogo

A equipe coxa-branca rapidamente entrou no clima das arquibancadas e pressionou o adversário desde o começo. Logo aos seis minutos, Rodrigão recebeu de Thiago Lopes e chutou forte com a perna esquerda. O goleiro Ivan estava bem posicionado e mandou para escanteio.

A pressão continuou e o primeiro gol saiu aos 17 minutos. Após tentativa de cruzamento de Welinton Júnior, a bola bateu na mão do zagueiro da Ponte Preta e o assistente flagrou a penalidade máxima. Na cobrança, Rodrigão cobrou forte no canto direito, Ivan ainda tocou na bola, mas não evitou o gol alviverde.

O gol não fez o Coritiba diminuir o ritmo e o segundo saiu ainda no primeiro tempo. Aos 37 minutos, Rodrigão recebeu passe de Fabiano dentro da área, deu um belo toque entre os zagueiros e chutou com categoria na saída de Ivan. No minuto seguinte, o Coxa ainda teve a chance de ampliar, mas a bola foi pela linha de fundo após toque de cobertura de Patrick Brey.

O Coxa voltou para o segundo tempo no mesmo ritmo e quase ampliou com apenas três minutos. Rodrigão ficou na cara do gol, deu um toque por cobertura, mas Ivan salvou com a ponta dos dedos. Já aos 13, o camisa 9 teve mais uma oportunidade, porém, a bola parou no travessão.

Com o passar do tempo, o Verdão diminuiu o ritmo de jogo e quase viu a Ponte Preta descontar. Aos 28 minutos, Welinton Júnior derrubou Diego Renan fora da área, mas o árbitro marcou o pênalti. O atacante Thalles cobrou no canto esquerdo, a bola bateu na trave, nas costas de Wilson e foi para fora. A torcida comemorou a penalidade perdida como se fosse um gol.

Nos minutos finais, o time coxa-branca apostou no forte sistema defensivo para garantir a vitória. Após o apito final, a torcida vibrou muito e os jogadores agradeceram o apoio.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 2X0 PONTE PRETA

Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR).
Data: Segunda-feira, 29 de abril de 2019.
Horário: 20h.
Árbitro: Ronei Candido Alves (MG).
Assistentes: Frederico Soares Vilarinho (MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG).
Público e renda: 31.167 pagantes/31.690 presentes/R$ 312.460,00

Coritiba: Wilson; Diogo Mateus, Alan Costa, Romércio e Fabiano; Vitor Carvalho, Luizinho (Arancibia) e Thiago Lopes (Elyeser); Welinton Júnior (Lucas Tocantins), Rodrigão e Patrick Brey.
Técnico: Umberto Louzer.

Ponte Preta: Ivan; Arnaldo, Renan Fonseca, Reginaldo e Diego Renan (Abner); Nathan, Gerson Magrão e Matheus Vargas (Facundo Batista); Júlio César, Renato Kayzer (Matheus Oliveira) e Thalles.
Técnico: Jorginho.

Gols: Rodrigão (CFC), aos 18′ e aos 36′ do primeiro tempo.
Cartões amarelos: Gerson Magrão, Renato Kayser, Matheus Vargas e Jorginho (PON); Luizinho e Fabiano (CFC).