Robson marcou o gol da vitória do Coritiba. (Geraldo Bubniak/AGB)

Em um jogo marcado pelos protestos da torcida contra os jogadores e a diretoria, o Coritiba derrotou o Guarani por 1 a 0 e ficou a apenas um ponto do G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. O gol da vitória foi marcado pelo atacante Robson, que marcou de cabeça no primeiro tempo e até provocou os torcedores com a mão do ouvido na comemoração.

Com a vitória, o Coritiba sobe para 40 pontos e fica a apenas um do quarto colocado. Na próxima rodada, o Coxa joga mais uma vez em casa contra o Criciúma, que briga para escapar do rebaixamento, no sábado (12), às 16h30.

O jogo

O técnico Jorginho surpreendeu ao deixar Giovanni e Rodrigão, artilheiro da equipe na temporada, no banco de reservas e escalar Thiago Lopes e Nathan como titulares. Durante o primeiro tempo, o Coritiba só levou perigo em jogadas de bola parada.

Aos 12 minutos, Diogo Mateus cobrou falta na área, Romércio desviou de cabeça e a bola foi pela linha de fundo. Já aos 22, Robson se antecipou ao goleiro Kléver após cobrança de escanteio e colocou o Coxa na frente. Na comemoração, o atacante coxa-branca colocou a mão no ouvido em resposta aos protestos.

Depois do segundo tempo começar truncado, Jorginho apostou em Rodrigão para ampliar a vantagem. O camisa 9 quase marcou o segundo gol em chute da entrada da área, mas o goleiro Kléver mandou para escanteio. Na reta final, o camisa 9 fez uma bela jogada pelo lado esquerdo e Luizinho chutou em cima da defesa do Guarani.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 1X0 GUARANI

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).
Data: Terça-feira, 08 de outubro de 2019.
Horário: 19h15.
Árbitro: Adriano Barros Carneiro (CE).
Assistentes: Nailton Júnior de Sousa Oliveira (CE) e Eleutério Felipe Marques Júnior (CE).

Coritiba: Alex Muralha; Diogo Mateus, Romércio, Sabino e Patrick Brey; Matheus Sales, Juan Alano (Serginho) e Thiago Lopes; Rafinha (Luizinho), Nathan (Rodrigão) e Robson.
Técnico: Jorginho.

Guarani: Klever; Lenon, Luiz Gustavo, Diego Giaretta e Thallyson; Deivid (Nando), Felipe Guedes, Arthur Rezende e Filipe Cirne (Vitor Feijão); Davó e Michel Douglas (Felipe Amorim).
Técnico: Thiago Carpini.

Gol: Robson (CFC), aos 22′ do primeiro tempo.
Cartões amarelos: Diogo Mateus e Rafinha (CFC); Arthur Rezende (GUA).