Rodrigo Santana foi demitido do Coritiba após seis partidas. (Geraldo Bubniak/AGB)

O técnico Rodrigo Santana não resistiu à derrota do Coritiba para o Sport por 1 a 0 e foi demitido após seis partidas. Em 15 pontos disputados sob o comando do treinador, o Coxa somou apenas dois e afundou na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Rodrigo Santana foi contratado pelo Coritiba para substituir Jorginho. Em apenas cinco rodadas, o treinador empatou com Internacional e RB Bragantino e perdeu para Flamengo, Corinthians e Sport. A despedida aconteceu com a derrota por 1 a 0 para o Sport, resultado que deixou o Coxa a sete pontos do primeiro time fora da zona de rebaixamento.

O auxiliar Pachequinho inicia os treinamentos da semana e deve comandar o Coritiba na partida contra o Botafogo, no próximo sábado, às 21h, no Couto Pereira. Foi com o assistente que o Coxa conquistou a última vitória no Campeonato Brasileiro por 1 a 0 sobre o Atlético-GO.

Em contato com a reportagem da Banda B, o presidente Samir Namur confirmou que vai se reunir com João Carlos Vialle e Renato Follador, outros candidatos a presidência do clube, para definir se contrata um novo treinador ou mantém Pachequinho até o final do Brasileirão.

Confira a nota do Coritiba:

O Coritiba Foot Ball Club encerra o vínculo com o técnico Rodrigo Santana. A decisão foi tomada após a partida contra o Sport, realizada na noite deste domingo (13), em Recife.

Rodrigo Santana chegou ao Coritiba em novembro e fez sua estreia contra o Internacional. No total, o profissional comandou do banco de reservas o Coxa em cinco oportunidades, acumulando três derrotas e cinco empates. O Coritiba deseja sucesso na continuidade do profissional e de membros do seu staff, que também deixam o clube. 

O auxiliar técnico Pachequinho comanda a equipe coxa-branca no início dos trabalhos da semana, juntamente com o restante da comissão técnica permanente do Verdão.