Argel Fucks projeta Coritiba conquistando sete pontos a cada três rodadas até o final da Série B. (Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo)

O técnico Argel Fucks destacou que o Coritiba está vivo na Série B com o ponto conquistado no empate em 2 a 2 contra o Figueirense, em jogo realizado no estádio Orlando Scarpelli. Para o treinador, o foco agora é somente na próxima rodada contra o CSA e a próxima rodada contra o CSA é uma partida de ‘nove pontos’.

“De um modo geral, a gente poderia ter saído com um resultado positivo e fez por merecer para sair com os três pontos que nos daria uma tranquilidade maior na competição. Porém, estamos vivos. O jogo contra o CSA não é de seis pontos, mas de nove. O jogo para empatar era contra o Figueira. Não adiantava vencer o Figueirense e empatar com o CSA. Um empate contra o CSA é como se fosse a derrota. A nossa projeção é de 61 a 63 pontos e buscar sete a cada nove pontos. A matemática é simples para chegar a 61 pontos”, afirmou o comandante.

O resultado em Florianópolis deixou o Coritiba seis pontos atrás do quarto colocado. Com sete jogos ainda a serem disputados, o treinador mantém o pensamento de pensar rodada por rodada. “Nós não pensamos no acesso, mas jogo a jogo. Não podemos pensar no que vai acontecer lá na frente. O nosso adversário tem 50 pontos e nós temos 44 pontos. Se nós vencermos, a diferença cai para três e esse é o nosso pensamento. Vamos pensar jogo a jogo para depois ver o que vai acontecer. Pode ser que você tire essa diferença em duas ou três rodadas porque o campeonato tem resultados pouco imagináveis. Nesse momento não podemos olhar para a tabela, mas para o jogo contra o CSA”, disse.

Fucks ainda aproveitou para convocar a torcida para ir ao estádio Couto Pereira empurrar a equipe no jogo decisivo. “Agora mais do que nunca precisamos do nosso torcedor e é fundamental ele pegar a bandeira e vir. Podemos ficar a três pontos do CSA e o Marcel tem armado muito bem a equipe nos jogos fora de casa. Precisamos dessa vitória dentro de casa, o campeonato está afunilando e teremos mais seis partidas depois do CSA. O importante é que estamos vivo”, declarou.

“A gente não tem chance de erro. O time mudou, está organizado, cada um tem sua função e a gente acredita. Não acho que cheguei tarde, eu cheguei na hora que tinha que chegar. Não podemos pensar no jogo do Paysandu, nos 10 dias que vamos ficar parados, mas só nos três pontos contra um adversário direto. Fala de nove pontos porque é um teor diferente pela situação. Passa tudo por esse jogo de terça e estamos pensando jogo a jogo. A ‘final da Copa do Mundo’ para a gente é contra o CSA. Nós precisamos que o torcedor seja o 12º jogador. Ganhamos em casa contra Avaí e Juventude porque o torcedor acreditou e jogou junto”, acrescentou o comandante.

Assista à entrevista do técnico Argel Fucks

Acompanhe a entrevista do técnico Argel Fucks, após o empate em 2 x 2 contra o Figueirense

Posted by Esporte Banda B on Saturday, October 13, 2018