Foto: Divulgação/Coritiba

Após conceder férias a todo o elenco, o Coritiba retornou às atividades de forma remota, na manhã desta sexta-feira (1). O clube realizou uma vídeo-conferência com membros da comissão técnica e também com a presença de jogadores do elenco alviverde e da diretoria.

O treinamento em ‘home-office’ desta manhã priorizou uma introdução aos aspectos físicos durante a retomada dos treinamentos, segundo o preparador físico do clube, Anderson Gomes, que comandou o encontro.

“O objetivo desse início de treinamento, apesar de não estarmos em nosso ambiente, é tentar manter um nível de força e dar um estímulo na musculatura que talvez não teve o devido estímulo nesse período de 45 dias, além de uma possível perda muscular e também, ao mesmo tempo, ter algum trabalho de potência”, comenta Gomes.

De acordo com o diretor de futebol, Rodrigo Pastana, o cronograma das atividades priorizou a saúde dos funcionários do clube. “Construímos um protocolo de saúde muito seguro nas últimas semanas, com trabalho por parte dos profissionais da nossa comissão técnica, com o auxílio do doutor Jaime Rocha, infectologista que foi contratado pela nossa equipe para nos dar um suporte técnico até o final desse ano”, afirmou.

Barroca, que já havia adiantado à Banda B que o clube dividiram o grupo durante os treinamentos, salientou o que ele classificou como um ‘bom trabalho’ do Coritiba durante a parada. “É uma oportunidade de a gente poder desenvolver o nosso trabalho, e vejo que o Coritiba buscou oferecer as melhores condições possíveis para isso. O principal é a gente aproveitar essa oportunidade que o clube está dando para a gente crescer individualmente e como equipe e isso precisa ser um compromisso individual de todos”, completou.