Presidente Samir Namur, do Coritiba, participou do encontro com Jair Bolsonaro, que estava sem máscara. (Marcos Corrêa/PR)

O presidente do Coritiba, Samir Namur, decidiu realizar o teste para a Covid-19 após encontro com o presidente Jair Bolsonaro, que foi diagnosticado com a doença. A reunião aconteceu no último dia 30 de junho, quando representantes de oito times foram até Brasília para debater a Medida Provisória que muda as regras sobre os direitos de transmissão do futebol.

Em fotos divulgadas da reunião, Bolsonaro aparece sem máscara junto com os dirigentes, que estavam protegidos. Além do Coritiba, representantes de Athletico, Bahia, Ceará, Fortaleza, Internacional, Palmeiras e Santos foram até o Palácio do Planalto.

Segundo informações publicadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), os sintomas de Covid-19 podem aparecer em até 14 dias, mas o mais comum é entre cinco e seis dias. Portanto, Bolsonaro poderia estar contaminado quando encontrou os dirigentes na semana passada.

Coritiba já registrou três casos da Covid-19

O Coritiba já teve três casos positivos para o novo coronavírus. Os dois primeiros casos foram diagnosticados durante a bateria de exames realizadas no dia 10 de junho. Já o terceiro funcionário, que é membro da comissão técnica, está hospitalizado em estado grave.

Apesar do decreto do Governo do Paraná, que foi acatado pela Prefeitura de Colombo e suspendeu os treinos no CT da Graciosa, o Coxa realizou as suas atividades nos últimos dois dias e mantém a agenda de treinamentos para o restante da semana.