Nesta quinta-feira (22), às 20h, o Coritiba estreia na Copa do Brasil de 2024. Pela frente, o time terá o Águia de Marabá, um time pouco conhecido no cenário nacional, mas que vem colhendo bons resultados e, atualmente, vive sua melhor fase na curta história do clube.

Situado na pequena cidade de Marabá, que fica a 565 km da capital Belém, o time foi fundado em 1982, mas se profissionalizou apenas em 1999. Antes, disputou apenas torneio municipais, sendo três vezes campeão marabaense, em 1989, 1992 e 1993. Permaneceu na elite estadual de 1999 até 2015, quando foi rebaixado. Só que no mesmo ano disputou a segunda divisão estadual, foi campeão e em 2016 estava na primeira divisão novamente.

Em 2022, o Azulão, como também é chamado, conquistou o quarto lugar no Paranaense, igualando sua melhor campanha até então, a de 2012. Desempenho que o levou para a Copa do Brasil e a Série D do ano seguinte. No maior mata-mata nacional, conquistou seu melhor feito, chegando até a terceira fase, eliminando pelo caminho o Botafogo-SP e o Goiás, então comandado pelo técnico coxa-branca Guto Ferreira, caindo na sequência para o Fortaleza. Na quarta divisão, terminou em terceiro no Grupo A1, mas caiu logo no primeiro mata-mata, ao ser eliminado pelo Atlético Cearense.

Consagração veio com título inédito

Mas a maior façanha da história do Águia de Marabá veio no Campeonato Paraense do ano passado, quando conquistou seu primeiro título. Na primeira fase, teve a terceira melhor campanha geral e eliminou nas quartas de final o Castanhal.

Na sequência, vieram os grandes resultados. Primeiro, na semifinal, derrotou o Paysandu nos pênaltis, após derrota por 1×0 na ida e vitória por 2×1 na volta. Na decisão, contra o Remo, mais uma vez foi vitorioso nos pênaltis, após ganhar a ida por 1×0 e perder a volta por 2×1.

Em 2024, conquistou a Super Copa Grão Pará, torneio criado pela Federação Paraense de Futebol, que reúne os campeões da primeira e segunda divisões estaduais, abrindo o calendário local. A primeira edição foi justamente neste ano, com o Águia derrotando o Canaã por 1×0. Atualmente, o time é o quarto colocado no Estadual, com duas vitórias, três empates e uma derrota.

Águia de Marabá, adversário do Coritiba na Copa do Brasil
Atual campeão estadual. Águia de Marabá já levantou a taça da Super Copa Grão Pará em 2024. Foto: John Wesley/Águia de Marabá

Estádio é o grande trunfo

Para esta primeira fase da Copa do Brasil, o Coritiba tem a vantagem de jogar pelo empate para se classificar. Mas terá pela frente um acanhado alçapão. O Estádio Zinho Batista, com capacidade para apenas cinco mil torcedores, é a grande aposta dos donos da casa para superar o Coxa.

Até por já conhecer o local, uma vez que esteve lá no ano passado e acabou derrotado com o Goiás, Guto Ferreira sabe o que terá pela frente. Mais que a adversidade do adversário em si, o campo é o que preocupa o comandante alviverde.

“Nós assistimos o jogo sexta-feira, temos o nosso departamento analisando detalhes. Vamos pegar um campo, em termos de qualidade de piso, muito pior, em termos de barro por baixo. Por cima ele parece estar bom, a grama é alta, mas isso causa um desgaste ainda maior“, disse o técnico, que sabe o caminho para tentar a classificação.

“É um time que joga o futebol do Pará, de força e velocidade. Não é muito tático e nós temos que ir muito arrumados, com perna boa para fazer um grande jogo para passar por eles“, completou ele.

Estádio Zinho Oliveira, casa do Águia de Marabá
Estádio Zinho Oliveira promete estar lotado. Foto: Wellison Vasconcelos/Águia de Marabá

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Conheça o Águia de Marabá, adversário do Coritiba na Copa do Brasil

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.