VAR foi aprovado pelos clubes da Série A (Leandro Lopes/CBF)

O Campeonato Brasileiro terá pela primeira vez o uso do VAR nesta temporada. A proposta da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foi aprovada em votação pelos 20 clubes participantes da Série A, na tarde desta sexta-feira (22), no Conselho Técnico realizado no Rio de Janeiro. Em contrapartida, a limitação de trocas de treinadores foi rejeitada.

Para a adesão do árbitro de vídeo na competição, pesou a proposta da CBF em arcar com a maior parte das despesas, ficando a cargo dos clubes os custos pessoais de arbitragem. Na última temporada, o desacordo entre a entidade e os times havia sido justamente no gasto, que ficaria somente para os clubes, estimado num total de R$ 20 milhões para os 380 jogos da competição.

Na contramão da aceitação do VAR, a proposta da CBF para limitar as trocas de treinadores para uma por campeonato, não teve o aval dos 20 times. O Flamengo foi quem puxou a fila para recusar e foi acompanhado pela maioria das instituições. Já o limite de jogadores no elenco foi definido em 45, sem limitação para atletas recrutados das categorias de base.