Tiago Nunes perdeu apenas uma partida no comando do Atlético. (Monique Vilela/Banda B)

O técnico Tiago Nunes comemorou a evolução do Atlético desde que assumiu o comando da equipe durante a parada para a Copa do Mundo. O Furacão perdeu apenas uma partida sob o comando do atual treinador e ainda completou cinco jogos de invencibilidade no Campeonato Brasileiro.

“[Deixar a zona de rebaixamento] é uma representatividade grande em função do que a gente vinha passando nos últimos tempos. Nós sabíamos que, com muita repetição, empenho e qualidade no elenco, as coisas poderiam acontecer. Todos os cuidados são poucos porque ainda estamos com a pontuação próxima. Precisamos continuar com o mesmo ímpeto e os dois jogos são determinantes para a sequência”, comentou Nunes.

Mesmo com o bom aproveitamento, o treinador permanece o status de interino e ainda não tem previsão de ser efetivado pela diretoria. “Os números são importantes porque mostra como o grupo vem forte após a Copa do Mundo. Eu já falei que não me importo com isso. Eu me sinto treinador do Atlético, me coloquei nessa função e não tenho dúvidas em comandar e compartilhar o trabalho. A nomenclatura não faz diferença”, disse.

Avaliação da vitória sobre o Grêmio

O Atlético começou a partida levando dois sustos do Grêmio e um deles resultou no primeiro gol. O técnico cobrou mais atenção no início e admitiu que faltou para o time “entender a característica do adversário”. “Os adversários sabem que o Atlético é forte dentro de casa e mais vertical. O que faltou no início foi entender a característica do adversário. Eles tentaram nos marcar em bloco mais baixo e acionaram o Douglas para jogar em velocidade. Foram dois lances bem pontuais: o chute na trave e a bola parada. Tem que estar mais atento no início do jogo”, afirmou.

Já no segundo tempo, o gol da vitória saiu em uma tabela entre Jonathan e Bruno Nazário. Nunes explicou que a entrada do atacante na vaga de Nikão foi pela necessidade de maior movimentação. “Eu achei que o Nikão fez um bom jogo, mas a característica do jogo não ajudou ele. Eu precisava de jogador de maior movimentação e por isso a escolha do Bruno Nazário. Pode ser uma alternativa, mas vamos escolher após colher as informações do Vasco”, finalizou.

Assista à entrevista do técnico Tiago Nunes

https://www.facebook.com/esportebandab/videos/1461527250660134/

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Tiago Nunes comemora evolução do Atlético e não se preocupa com status de interino

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.