Tiago Nunes comemora a classificação com a torcida do Atlético. (Dhavid Normando/Banda B)

Grande responsável pela mudança de ares no Atlético durante a temporada, o técnico Tiago Nunes admitiu que o propósito é marcar o nome na história do clube. O Furacão garantiu a classificação para a final da Sul-Americana pela primeira vez e está a dois jogos de seu primeiro título internacional.

“Nosso propósito é marcar o nome na história do Atlético. Isso ficou muito claro quando deslumbrou essa vaga na final. Fizemos algo inédito de chegar à final da Sul-Americana. A gente chega com tanto mérito quanto o próximo adversário, mas foi a equipe brasileira que mais qualidade teve para isso”, afirmou o treinador, em entrevista no Maracanã.

Nunes ainda ressaltou que o Furacão ainda representa o futebol brasileiro na Sul-Americana. “O sentimento é de satisfação, felicidade e muita esperança para a final. Queremos representar o Atlético e também o Brasil. O Atlético é o Brasil na Sul-Americana. Que a gente possa com humildade buscar esse título inédito”, comentou.

Após a vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, a torcida fez muita festa com os jogadores e um dos nomes mais gritados foi justamente de Tiago Nunes. “O carinho que o torcedor tem conosco é enorme. Posso ser muito claro que não percebi o torcedor após o final do jogo e foquei apenas no 105×68. A nossa torcida é guerreira, merece um título de expressão e está carente de títulos”, disse.

A próxima missão do Atlético é disputar uma vaga no G6 do Campeonato Brasileiro. O jogo contra o Flamengo foi antecipado para o próximo sábado (01), algo que não agradou ao comandante. “O jogo foi ruim ser antecipado porque tem pouco tempo de recuperação. Nós temos que ter o foco total e ainda temos a crença de buscar a vaga na pré-Libertadores pelo Brasileiro. Depois, nós vamos pensar no jogo da final”, declarou.

Assista à entrevista do técnico Tiago Nunes

Coletiva Sul-Americana

Posted by Esporte Banda B on Wednesday, November 28, 2018