Nikão marcou um dos gols na vitória do Furacão sobre o América-MG (Divulgação/Atlético)

Autor de um dos gols da goleada do Atlético, por 4 a 0, sobre o América-MG, o meia-atacante Nikão agradeceu a confiança passada pelo técnico Tiago Nunes para dar a volta por cima. Após ter recuperado a posição na equipe, o camisa 11 exaltou a boa fase que vem vivendo.

“Sempre fui bem tranquilo com esse tipo de situação. Se perguntar para quem está diariamente no clube, todos vão falar melhor quem é o Nikão. Eu sou mais tímido, reservado, mas no dia a dia eu procuro estar me empenhando e ajudando os mais novos. Fiquei alguns jogos na reserva, o Marcinho vinha bem e eu entendi o momento. Sabia que para voltar a jogar, eu precisava fazer algo mais e nos últimos jogos, com a confiança que foi me dada, eu estou conseguindo ajudar a equipe”, comentou o meia-atacante em entrevista à imprensa.

Com forte concorrência pela posição, Nikão destacou a qualidade do elenco com a disputa interna principalmente pelo setor ofensivo. “Para nós é importante, até pelo lado do comodismo. Ter uma pessoa do mesmo nível, se empenhando igual, é bom para aumentar o nível de competitividade. Claro que o respeito está sempre em primeiro lugar. Quem estiver jogando, terá o apoio de todo grupo”, avaliou.

Cada vez mais distante da zona de rebaixamento, o meia manteve os pés no chão quanto a briga por uma vaga na Libertadores. “Nós sabemos que temos condições de chegar. Para isso, a gente precisa fazer o número de pontuação que precisamos o mais rápido possível, para não corrermos riscos. Se der, vamos tentar beliscar uma pré-Libertadores. Mas o nosso maior foco neste momento é a Sul-Americana, que estamos mais próximos de vencer. Mas, para focarmos 100%, precisamos pontuar para ter risco zero no Brasileiro”, concluiu.

Assista à entrevista coletiva do meia-atacante Nikão:

Coletiva Nikao

Posted by Esporte Banda B on Saturday, October 6, 2018