Alex Mineiro marcou três gols contra o Fluminense na campanha do título brasileiro do Atlético. (Cahuê Miranda/Atlético)

Atlético e Fluminense vão se enfrentar em busca de uma vaga na final da Copa Sul-Americana. Se depender do histórico entre as duas equipes, o Furacão é o favorito para o confronto. Em 47 jogos em competições oficiais, o time atleticano ganhou 20 vezes e o Tricolor levou a melhor em 17 oportunidades, além de 10 empates. O último confronto terminou 3 a 1 para o Rubro-Negro, em 16 de setembro, pelo Campeonato Brasileiro.

O confronto com maior história entre Atlético e Fluminense aconteceu nas quartas de final do Brasileirão de 2001. Na ocasião, o Furacão ganhou por 3 a 2 e seguiu o seu caminho até o título nacional, o maior de sua história. O nome da partida foi o atacante Alex Mineiro, que marcou os três gols atleticanos. Já Magno Alves marcou os dois gols da equipe carioca.

A escalação atleticana em 2001 teve Flávio; Gustavo, Nem e Rogério Corrêa; Alessandro, Cocito, Kléberson, Adriano Gabiru e Fabiano; Kléber Pereira (Ilan) e Alex Mineiro (Igor). O técnico era Geninho.

Ouça dois dos três gols da vitória do Atlético no Brasileirão de 2001

O que esperar deste confronto brasileiro?

O técnico Tiago Nunes destacou que espera muita dificuldade nos dois confrontos e ainda ressaltou que o Furacão teve problemas para vencer a última partida jogando em casa. “Certamente será um grande jogo, com fortes emoções. Serão dois grandes jogos, circunstâncias diferentes. Já enfrentamos o Fluminense no Brasileiro, tem um técnico experiente e esperamos enfrentar um adversário de grande valor”, disse.

“Nós enfrentamos o Fluminense duas vezes esse ano. O segundo jogo foi 3 a 1, mas foi muito parelho. Os quatro gols da partida foram de bola parada. Vamos ter mais dois embates muito parelhos e a diferença vai ser emocional e detalhe técnico”, acrescentou o treinador.