Atlético terá força máxima para a final da Sul-Americana. (Monique Vilela/Banda B)

O Atlético não terá nenhum desfalque por suspensão para a partida de volta da final da Sul-Americana contra o Junior Barranquilla, na próxima quarta-feira (12). Os jogadores pendurados eram o lateral-esquerdo Renan Lodi, o volante Lucho González e o atacante Marcelo Cirino.

Na partida em Barranquilla, os amarelados foram os zagueiros Thiago Heleno e Léo Pereira e o volante Bruno Guimarães. Léo Pereira e Bruno Guimarães receberam o segundo cartão amarelo na competição, enquanto Thiago Heleno foi punido pela primeira vez.

A única dúvida fica por conta do atacante Pablo, que deixou o gramado com dores na panturrilha. A tendência é que o artilheiro do Atlético na temporada esteja em campo na Arena da Baixada. Em entrevista ainda na Colômbia, o atacante garantiu que jogou a partida de ida justamente por ser uma decisão. ‘Tem aquela dor que a gente fala: se fosse final a gente jogaria. E foi isso que aconteceu hoje. É final!”, explicou.

Após retornar para Curitiba, o Atlético inicia a preparação no CT do Caju para a decisão da Sul-Americana. O resultado em 1 a 1 deixa o título ainda em aberto. Quem vencer a partida levanta o troféu pela primeira vez pela história. Um novo empate leva a decisão para a prorrogação.