Diego Haro será o árbitro de Junior Barranquilla x Atlético. (Divulgação/Conmebol)

A Conmebol definiu que o peruano Diego Haro será o árbitro da partida de ida da final da Copa Sul-Americana entre Junior Barranquilla e Atlético, na próxima quarta-feira (07), às 22h45 (horário de Brasília). Ele será auxiliado pelos compatriotas Jonny Bassio e Victor Baez.

Diego Haro é árbitro da FIFA desde 2013 e trabalhou na Copa do Mundo sub-20 de 2017. O peruano de 35 anos apitará sua quarta partida na Sul-Americana deste ano. Ele comandou a partida do Atlético contra o Bahia, na volta das quartas de final, e também esteve na partida do Junior Barranquilla contra o Colón, da Argentina, nas oitavas.

Nos jogos em que apita, Haro ficou conhecido pelo rigor com os jogadores. Na Copa do Mundo sub-20, o árbitro deu sete cartões amarelos no jogo entre Estados Unidos e Arábia Saudita. Além disso, expulsou André e Rodriguinho na derrota do Corinthians para o Cerro Porteño, na Libertadores de 2016, e tirou da área técnica durante o jogo o técnico Maurício Barbieri, do Flamengo, no jogo contra o Emelec, na Libertadores deste ano.

Árbitro de vídeo

O boliviano Gery Vargas será o responsável por comandar a arbitragem de vídeo na partida em Barranquilla. Os seus auxiliares serão o venezuelano Alexis Herrera e o chileno Carlos Astorza. Já o uruguaio Dario Ubiraco será o observador do VAR.

Gery Vargas está no caminho do Atlético desde o início da Sul-Americana. Logo na primeira fase, o árbitro apitou a derrota atleticana para o Newell’s Old Boys por 2 a 1. Na ida das quartas de final, o boliviano foi o VAR e anulou dois gols do Bahia, no jogo em Salvador. Já na semifinal, ele foi o assistente de vídeo na partida do Maracanã contra o Fluminense.