Tiago Nunes na entrevista direto do estádio Roberto Meléndez. (Monique Vilela/Banda B)

O técnico Tiago Nunes afirmou que a final da Sul-Americana é a grande oportunidade do Atlético de se consolidar como uma força internacional. O Furacão disputa pela segunda vez em sua história a decisão de um torneio da Conmebol, mas busca o primeiro título.

“A Sul-Americana é a oportunidade real do Atlético de se tornar um clube internacional. É a grande chance que a gente tem de colocar o nome do Atlético em uma condição que merece. Já deu na trave na Libertadores, campeão brasileiro, tem muita história, torcida e estrutura. É o passo que falta para a gente consolidar o Atlético em um nível maior”, afirmou o treinador.

Apenas três times brasileiros conquistaram a taça da Sul-Americana: Internacional (2008), São Paulo (2012) e Chapecoense (2016). O Atlético, então, pode entrar para uma lista restrita e ser reconhecido também fora do Brasil. “A gente já vem sonhando com esse clima de final há algum tempo e fomos ganhando confiança no decorrer da competição. Chegamos em um momento bom, o Brasileiro já se encerrou e os nossos sonhos estão voltados para essa final”, disse o comandante.

Nunes ainda destacou que é uma chance de colocar o nome de todos na história do Furacão. “Focamos na oportunidade em deixar o nome gravado da história do Atlético. Vamos tentar tirar o máximo de proveito, respeitando o adversário, mas sabendo que temos essa oportunidade. Quando se tem uma oportunidade, tem que fazer o máximo para tentar gravar o seu nome na história”, comentou.

“O merecimento de um trabalho que foi desenvolvendo não só por mim, mas por todo o clube. O nosso ambiente é muito saudável. Os atletas fizeram isso acontecer e é momento de aproveitar. Não é sempre que se chega em uma final continental, aproveitar esse momento ao máximo e por que não sonhar com o título?”, acrescentou o técnico.

Confira outros trechos da entrevista

Momento individual

Estou feliz, pleno e em uma forma mental muito boa para tomar decisões. Eu me emocionei realmente porque nossa torcida é incrível. O fato de não ganhar um título de expressão há muito tempo e participar apenas de sua segunda final internacional na história mostra a fome que a nossa torcida tem de conquistar o título. Nós vamos dar o nosso máximo para recompensar esse esforço. Temos um adversário com ótimos valores e em um país de tradição de futebol.

Interesse do Flamengo pelo atacante Pablo

O Pablo é um jogador que está sendo requisitado por todo o mercado, é um artilheiro e tem uma identidade com o Atlético. Ele não chegou nesse momento sozinho, mas claro que foi uma peça importante no processo todo de reconstrução da maneira de jogar e da confiança da equipe.

Análise do adversário

O Junior é uma equipe que a gente vem estudando muito. A gente avaliou todos os jogos na competição e acompanhou alguns do Campeonato Colombiano. Não chega à decisão por acaso, chega com qualidade e muito mérito. Sabemos da gana de vencer essa competição. É uma equipe que gosta de ter a bola, muito agressiva na marcação e joga em função da sua torcida também. É uma disputa de 180 minutos e será apenas o primeiro tempo.

Ausência do atacante Teófilo Gutierrez

O Teófilo é um grande jogador e sua história fala por ele. Certamente faz falta para o Junior, mas nós estamos estudando atletas que podem aparecer de grande potencial. Provavelmente vai mudar o estilo de jogo do Junior.

Assista à entrevista do técnico Tiago Nunes

Tiago Nunes

Posted by Esporte Banda B on Tuesday, December 4, 2018