Wellington pede reação da equipe nos próximos jogos.(Monique Vilela/Banda B)

“A gente não gosta de perder. Tenho dois anos de clube e posso contar nos dedos quantas partidas perdi em casa. Posso dizer pro torcedor que o sentimento que eles tem, a gente tem também. De correr, suar a camisa”, disse o jogador, na entrevista coletiva após o jogo.

Sem tempo pra lamentar, o Athletico já volta a campo no sábado (22) para encarar o Fluminense, às 16h, novamente em casa, pela quinta rodada da Série A. Oportunidade de reverter o momento negativo rubro-negro dentro da competição.

“Todos os dias temos uma nova chance. Carrego isso comigo. Acredito que a gente fez história no clube, e temos chances de fazer ainda mais”, completa.