Evelen Torrens, Milene Szaikowski e Maria Carolina estão fazendo uma renda extra para acompanhar o Athletico em Porto Alegre. (Reprodução)

O Athletico começa a decidir a Copa do Brasil contra o Internacional, nesta quarta-feira (11), às 21h30, na Arena da Baixada, mas algumas torcedoras já estão mobilizando para apoiar a equipe em Porto Alegre. A reportagem da Banda B conversou com três delas para saber o que estão fazendo para ter uma renda extra e bancar a viagem de última hora para acompanhar o Furacão no Beira-Rio.

A fotógrafa Evelen Torrens, de 34 anos, vai viajar sozinha para Porto Alegre e está vendendo ensaio fotográfico de 10 fotos pelo valor de R$ 100,00. Ela conta com foi a ideia veio em uma conversa com a diarista. “No dia do jogo contra o Grêmio, quando acabou, eu falei para o meu marido, que é coxa-branca, que iria ao jogo, mas ele falou que não dava pelos gastos e não dava para descapitalizar tanto por causa de um jogo de futebol. Eu fique com aquilo na cabeça e no dia seguinte, comentei com a minha diarista que queria muito ir, mas o lado financeira aperta muito. Ela me falou ‘por que você não faz um ensaios mais em conta para o pessoal do condomínio?’. Fiquei meio assim por ser muito trabalho pelo valor simbólico. Na manhã seguinte, eu decidi que ia ver fazer mini ensaios por valor simbólico para fazer o ensaio rápido e pagar a viagem”, disse.

A designer Milene Szaikowski, de 39 anos, vai com o namorado Guilherme para Porto Alegre e está vendendo canecas personalizadas do Athletico para bancar a viagem. “O valor da viagem ficou acima do meu orçamento neste mês e é muito caro ir de uma hora para outra. Vi que a Evelen postou sobre os ensaios fotográficos e lembrei das canecas que já tinha feito para um amigo colecionador. Pensei que ia vender as canecas para pagar a viagem e não ficar devendo”, comentou.

(Reprodução/Twitter)

Já a jovem Maria Carolina Tenfen, estudante de 16 anos, está vendendo bolo no pote pelo valor de R$ 5,00 para bancar a viagem até o Rio Grande do Sul. “O principal motivo de vender os bolos para ir até Porto Alegre com as minhas amigas. Elas fretaram um avião e não poderia deixar em branco por ser uma final do Athletico. Vou correr atrás e arrecadar um dinheiro para conseguir ir para lá”, disse.