Cinco atletas tiveram o nome publica no BID no primeiro dia de janeiro. (Reprodução)

Sofrendo uma punição imposta pela FIFA em 2020, o Athletico não poderá contratar novos jogadores até maio de 2021. A restrição se aplica somente para novos contratos, por isso renovações e o registro de treinadores estão permitidos. Tendo em vista o início do ano, com o término do Brasileirão e o início do Campeonato Paranaense o Furacão oficializou a renovação do vínculo de alguns atletas.

No dia 1º de janeiro, cinco nomes foram publicados no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A maior parte deles está com contrato de empréstimo para clubes de diversas divisões do Brasileirão.

O goleiro Caio, de 23 anos, fez apenas três partidas pelo Furacão em 2019 e foi emprestado em 2020 ao Água Santa, de Diadema, em São Paulo. Já o atacante Renan Soares, de 19 anos, disputou três partidas pelo sub-19 do rubro negro em 2020, mas foi emprestado ao Inter de Limeira, mesmo destino do meia Brener, de 20 anos. O lateral direito Arlen, de 24 anos, também mantém seu contrato de empréstimo com o time do interior de São Paulo.

E por fim, o último nome publicado foi o do meia Elias Carioca, que se formou nas categorias de base do Santa Cruz, mas chegou ao Athletico em 2020, fez seis jogos com a camisa do Furacão no Campeonato Paranaense e foi emprestado ao Guarani para disputar a Série B do Brasileiro ainda no ano passado.

A expectativa é de que o Athletico utilize peças do seu time de aspirantes para disputar o Campeonato Paranaense de 2021 e ainda pode aproveitar alguns jogadores para compor o elenco principal até o fim da punição.