Athletico, do goleiro Santos (foto), não pode treinar no CT do Caju. (Maurício Mano/Athletico)

O Athletico está proibido novamente de treinar no CT do Caju. O decreto 774, que proibia as atividades em clubes esportivos e sociais, e o funcionamento das academias a partir de segunda-feira (15), não foi alterado pela Prefeitura de Curitiba mesmo após a reunião com representantes das academias e do Sindiclubes. Portanto, a medida restritiva segue valendo para conter o avanço da Covid-19 na capital paranaense.

Em entrevista à RPC, a secretária de Saúde de Curitiba, Márcia Cecília Huçulak, que não participou da reunião na segunda-feira, disse que a reabertura de academias e clubes esportivos seria revista por conta do aumento no número de casos e mortes do novo coronavírus.

“Ontem [segunda-feira] tivemos uma reunião com as academias, ouvimos as demandas, mas em razão do crescimento dos quadros e do aumento das internações, vamos ter que refazer a conversa com as academias. Talvez até ter uma atitude um pouco mais restritiva”, disse a secretária.

A informação que o Athletico poderia retornar aos treinamentos foi dada pelo secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Emilio Trautwein, em entrevista à Banda B, logo após a reunião na segunda-feira. “[No caso do Athletico], é uma questão de estar enquadrado nos protocolos [de saúde e segurança]. Se seguir toda a regulamentação traçada e todos os cuidados, ele continua as atividades normalmente”, disse.

Com a aprovação, o Athletico treinou no CT do Caju na terça-feira (16), mas teve que paralisar novamente as atividades por tempo indeterminado.

Coritiba e Paraná também podem ser afetados

Em videoconferência realizada na manhã desta quarta-feira (17), o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, os prefeitos dos demais municípios da região metropolitana e o governador Ratinho Júnior decidiram que a capital paranaense as cidades da Região Metropolitana seguirão protocolo único no combate ao coronavírus.

Se a série de restrições for a mesma que foi aplicada em Curitiba, os treinamentos de Coritiba e Paraná, que acontecem em Colombo e Quatro Barras, respectivamente, também seriam suspensos. As regras devem ser publicados na sexta-feira (19) pelo Governo do Estado.