Rony será o novo reforço do Palmeiras (Geraldo Bubniak/AGB)

A novela finalmente chegou ao fim. O atacante Rony chegou a um acordo com o Athletico, na manhã desta quinta-feira (20), e ficou livre para acertar a sua ida para o Palmeiras. Clube paulista irá adquirir 50% dos direitos econômicos por 6 milhões de euros (R$ 28,4 milhões na cotação atual) e o contrato será de cinco anos.

As partes negociavam desde a última semana divergências em questões financeiras para, enfim, selar o acordo para a saída do atleta. Rony chegou a ficar próximo de uma renovação contratual até 2023, mas o novo vínculo com o Furacão não foi assinado e a negociação travou.

Interessado no atacante desde o início do ano, o time paulista passou a monitorar de longe a situação para acertar a contratação do camisa 7 rubro-negro. Nas tratativas, o acordo entre o clube paranaense e o estafe do jogador foi finalizado para a aquisição de metade dos direitos do atleta – o Athletico permanece com 35% e o restante será do próprio Rony. Além disso, a dívida de R$ 1,5 milhão na contratação do atacante Carlos Eduardo foi abatida.

Confirmando a saída do jogador para o Palmeiras, aumenta a lista de saídas do Furacão para a temporada. Inclusive, gera um problema a mais ao setor ofensivo, que não tem uma peça para reposição e, por isso, o técnico Dorival Júnior contava com o atleta no planejamento para 2020. “Conto com ele. Seria um jogador fundamental para o nosso grupo. Nós tivemos várias perdas no nosso grupo e não teríamos um substituto para o Rony, nem estaríamos mapeando um jogador da posição dele. Esperamos que o Rony possa permanecer por mais um tempo com a cabeça voltada e buscando as melhores condições”, comentou o treinador.

Rony é aguardado em São Paulo para realizar exames médicos e assinar o contrato com o Palmeiras, que terá validade até o final de 2024.