Meia tem sido opção de Eduardo Barros nas últimas partidas. (Fabio Wosniak/Athletico)

Com o segundo pior ataque do Campeonato Brasileiro, apenas 11 gols marcados em 14 partidas, o Athletico sabe que vem pecando nesse setor dentro da competição. Na derrota por 2 a 1 para o Internacional, no Beira Rio, a rede até balançou, mas trouxe mais uma vez a certeza de que consertar falhas no ataque é necessário, como explica o meia Ravanelli.

“Devemos caprichar no último lance, no último passe, no último momento da finalização. Vamos trabalhar em cima disto para quarta-feira sair o gol”, disse o jogador, em entrevista coletiva, logo após o final da partida em Porto Alegre, e já pensando na próxima rodada da Série A.

Opção pra o técnico Eduardo Barros, Ravanelli vem entrando ao longo dos últimos jogos e procurando seu lugar no time athleticano. Disputa por um lugar na equipe que o meia sabe que será intensa.

“Cada um lutando pelo seu espaço, eu tô lutando pelo meu. Quando eu tenho a oportunidade de entrar eu vou dar meu máximo. Quem está no banco tem que entrar ligado para fazer a diferença”, completa.

O Athletico volta a campo pelo Brasileiro nesta quarta-feira (14). O Furacão encara o Corinthians, às 21h30min, na Arena.