Petraglia se licencia do cargo de presidente do conselho deliberativo do Athletico (Geraldo Bubniak/AGB)

O Athletico vem realizando uma série de mudanças na gestão do clube. Nos últimos dias, estas alterações atingiram em cheio o departamento de futebol do Furacão, com a demissão de Paulo André, da direção de futebol, além da saída do treinador Eduardo Barros e seu auxiliar Rogério Corrêa.

Na noite desta quarta-feira (28), minutos antes da partida pela Copa do Brasil, entre Athletico e Flamengo, o presidente do Furacão, Mário Celso Petraglia anunciou, por meio das redes sociais que vai deixar o cargo. Ele explica que fará a criação de uma nova função dentro do clube, a de CEO e deverá receber uma remuneração por isso.

Petraglia afirma que este passo faz parte da inovação do Athletico com “a transformação [do clube] em uma sociedade empresária. Criamos a função de CEO, responsável diretamente por todas as áreas operacionais do clube no seu dia a dia! Função remunerada! Esse passo será para criar a cultura e prepararmos a casa para entregarmos o comando o mais breve possível!”.

Petraglia postou a notícia por meio das redes sociais (Divulgação/Facebook)

O cartola athleticano ainda afirma que a criação deste novo cargo será definida por votação e “antes de qualquer passo haverá a aprovação ou não pela Assembleia Geral de Sócios”. O presidente licenciado da agremiação rubro-negra destaca também que assume o novo cargo “assumi a função criada! Temos que preparar a sucessão e a continuidade do projeto! Este ano pela minha doença tentei me afastar e não foi possível, o clube ainda não está preparado para esse passo! Ficamos para reestruturar a gestão e pela missão que ainda nos toca, solucionar o acordo tripartite!”, concluiu