Por João Pedro Alves

O sucesso dentro de campo ficou para trás, agora o que Petkovic quer é repetir os feitos como treinador no Atlético. A estreia à beira do gramado não foi como o esperado, com apenas um 0 a 0 com o Prudentópolis neste sábado (18) na abertura do Campeonato Paranaense. De toda forma, resultado à parte, o sérvio acredita que o desempenho do time sub-23 rubro-negro foi positivo e ainda tem muito a melhorar com a sequência de jogos.

Na análise feita por Pet, todo o ambiente da partida no estádio Newton Agibert fez com que a avaliação fosse boa. Para ele, só por se tratar de uma estreia o peso já é grande. Além disso, o calor encontrado no interior do estado e a falta de ritmo de jogo também têm que ser levados em consideração.

(Foto: Divulgação/Atlético)Craque como meia, Pet encara primeiro desafio como treinador no Furacão (Foto: Divulgação/Atlético)

“O jogo em si foi muito bom. Estreamos bem fora de casa, fizemos coisas boas e isso dá autoestima para jogar”, disse o treinador ao site oficial do clube. “Estamos trabalhando há menos de três semanas. Fizemos coisas boas durante o jogo, algumas deixamos de fazer, mas o mais importante é que o grupo tem potencial e o torcedor pode esperar uma melhora durante o campeonato”, analisou.

O destaque da tarde, na visão de Petkovic, foi o goleiro Rodolfo. Após um ano e cinco meses parado devido a uma suspensão por doping, o jogador mostrou que se recuperou das drogas, vestiu a camisa 1 e fez várias defesas para manter o placar zerado.

“O Rodolfo é um dos que tem mais experiência e merece essa chance. Está de parabéns, foi muito bem, rápido, atento. Todo mundo foi bem e só temos a elogiar. Temos um conjunto e quem estiver bem vai jogar. Seremos um por todos e assim vamos continuar”, finalizou.

O segundo compromisso do Furacão no Paranaense está marcado para quarta-feira (22), quando recebe o Toledo no Ecoestádio Janguito Malucelli. Será o debute de Petkovic com o apoio da torcida rubro-negra.

Notícias relacionadas:

Rodolfo volta a jogar com boa atuação e destaca: “Mato um leão por dia”

Na estreia do estadual e de Petkovic, Atlético fica apenas no zero com o Prudentópolis