Paulo Autuori comandou a equipe pela primeira vez do gramado após cumprir punição de três partidas na Série A. (Divulgação/Athletico)

Com dois tempos distintos, o Athletico venceu a equipe do Goiás, por 1 a 0, na Serrinha em Goiânia, neste sábado (14) e saiu da zona de rebaixamento, pelo menos momentaneamente. O Furacão fez uma atuação diferenciada no primeiro tempo, com pressão total nos 45 minutos iniciais e garantiu a vitória com gol de Renato Kayzer, na jogada iniciada por Carlos Eduardo.

Sobre esta mudança, Paulo Autuori, estreando a beira do gramado pelo Campeonato Brasileiro da Série A, destacou que ainda está trabalhando o psicológico do elenco, que vem de uma sequência de várias derrotas e engatou sua segunda vitória consecutiva.

“Todas as vitorias são importantes em qualquer circunstância. Somados seis pontos seguidos, é fundamental, e um jogo fora de casa, como é sempre difícil jogar contra o Goiás, independente do momento é muito importante. E o psicológico é algo que a gente vem tentando trabalhar bastante e o anímico cresce muito quando você tem resultados reais. O futebol só te permite estar forte na mente quando os resultados aparecem”, destacou o treinador.

Quando perguntado sobre a necessidade de uma regularidade no campeonato, o técnico não deixou de pontuar que as oscilações ocorrem em todos os times e não só no Athletico. “Se você parar para ver no Campeonato Brasileiro a regularidade não existe. Alguns times conseguem se manter lá em cima da tabela, mas nos jogos também caem em um momento ou outro. Com uma sequência de jogos assim, as vezes os primeiros tempos são muito arrastados e depois vai aquecendo e vai se soltando. Ou você começa forte e não tem como manter a mesma intensidade”, frisou.

O próximo compromisso do Athletico é na quarta-feira (18), às 19 horas, no Mineirão, contra o Atlético Mineiro, que está dentro do G4 e brigando pela liderança do campeonato. Depois o Furacão enfrenta mais um adversário lutando por uma vaga na ponta da tabela, na Arena da Baixada, no sábado (21), às 19 horas, disputando uma partida contra o Santos.